domingo, abril 8

O amigo da Carne

Diz a experiência que: partilhada meia vida de estradas, não existe espaço para o degradée do afecto com a carne, reunir o carinho do amigo com o amor do homem. Como se engana a experiência...

Entrego, sem qualquer tipo de preconceito, todo o meu amor ao meu amigo, e entrego-me livre porque livre deve ser a amizade. Mas o factor carnal entrou na torrente de verbos e olhares, sem que a inocência me permitisse suspeitar dos avisos.

“Levar para a cama” uma grande amizade, acrescentar-nos o único passo que não ultrapassámos: partilhar também o prazer sexual... seria uma experiência maravilhosa! Tocamo-nos demasiado e há demasiados dias, sempre com honestidade, com vagar, com calor. Amo-a, claro, mas a sua carne não tem para mim significado, sexualmente não existe, não a quero, é um Amigo.

Equacionei a minha postura: que sinais lancei que a possam ter levado a olhar-me também como amante?
Dissequei-me e, conclui que sou culpado! Culpado de entregar, sem qualquer tipo de preconceito, todo o meu amor ao meu amigo, e entrego-me livre porque livre deve ser a amizade.
Mas, considero-me inocente de o meu Amigo ter sido humano.

Abraço de Amigo

10 comentários:

}}cleopatra{{ disse...

Olá Dias!

É muito complicado levar para a cama o amigo(a)...
Correm-se sérios riscos de vir a perder os dois... o amigo(a) e o(a) amante!

Beijinho soprado

Papoila disse...

Ola Andre, apesar de ja ter lido este post hoje, so agora voltei para comentar e assim sendo, nao comento! Deixo-te um lindo bjinho de boa noite,
Sonhos de encanto,
Papoila Sonhadora,

P.S. Adorei a imagem. Amanha faço comment ao texto,

Fausta Paixão disse...

avizinha-se confusão!!!

Dias... disse...

CLEO
Eu sei, oh como sei... não penses que é apenas por decencia que ignoro sexualmente o Amigo.

PAPOILA
A imagem é de um prato que julgo ter sido pintado por uma Amiga.

FAUSTA
Avizinha-se uma pequena separação, dias, semanas, talvez meses, e depois o reencontro como sempre: lindíssimos.

Muito obrigada por todas as visitas e beijinhos.

Papoila disse...

Ola, comentando o texto: A Amizade e um Sentir ainda mais puro que o Amor... O Amor e exigente... (as vezes!)
No entanto, ha Amigos tao amigos que se confundem as relaçoes e as vezes apetece misturar, nunca o faças! Nestas coisas do Amor, tem que existir Sublimidade... Sentir um arco-iris com uma pessoa amada e mais do que encontrar um pote de ouro, mto mais!!!
Sei que, qdo se esta carente de afectos, de Ser e de Sentir as vezes isso acontece, porem tem a sapiencia de saber saborear cada momento e dar-lhe o devido valor... A Amizade e uma coisa, Amar outra! Mas, creio que tu melhor que ninguem sabes isso.
Desejo que sonhes muito, libertes a emoçao, nao cries masmorras, carceres no Ser e no Sentir e que sobretudo aprecies os pequenos pormenores, neles reside a verdadeira beleza, tudo o resto vem por acrescimo...
Tao bom Sentir o acrescimo!!!!
Depois, vai pela margem do leito do Sentir e meio desconfiado, observa com os olhos do coraçao, nunca esperes demasiado das pessoas, assim evitas algemas na emoçao!!!
Tudo de bom para ti, sinto uma personalidade deslumbrante vinda do mais profundo do teu Ser...
Bjinho de encanto,
Bom dia,

P.S. As formigas devoram quem tem mel...

Papoila Sonhadora,

Momentos disse...

Na minha maneira de ser e sentir existem muitas formas de Amar. Na maior parte das vezes a nossa forma de amar difere da forma de amar dos demais. Entrar em sintonia não é assim muito linear. Outra coisa é que as pessoas confundem as varias formas de afecto. Numa sociedade em que o toque ainda não é muito bem aceite dá margem para se criarem ainda mais confusões. Penso que as pessoas cada vez sentem mais necessidade do toque daí procurarem recebê lo escondendo-se atras de sentimentos ilusorios onde se refugiam para justificar essa carencia. Beijinhos

Dias... disse...

PAPOILA
Misturei muito no passado, mais que o suficiente para hoje não o fazer nunca!

Personalidade deslumbrante ?... Isso é para quem embala Fadas e sabe a língua das Andorinhas, eu sou apenas um gajo com necessidade de escrever. Mas obrigada... beijo.

É isso mesmo MOMENTOS.
Mas entre Amigos de longa data essas diferentes formas de amar e tocar já deviam estar harmonizadas pela passagem dos dias e dos afectos. Já devíamos saber precisamente o que dizemos e significamos um para o outro, não existir espaço para mal entendidos.

Ainda hei-de escrever sobre “o toque”, essa necessidade humana.

Obrigada pela visita
Beijoca

SONY disse...

ESTOU A ESCREVER PARA VOS DEIXAR ESTE CORAÇÃO:

_____*_*_*_*_______*_*_*_*______
___*_________*___*_________*____
__*____________*_____________*__
__*____________*_____________*__
__*___________Bjos____________*__
___*__Bjos_____________Bjos___*__
____*_________Bjos__________*____
______*___________________*______
________*_____Bjos_______*_______
__________*__________*__________
_____________*____*_____________
_______________**_______________
_______________*________________

Os Ventos que às vezes
Tiram algo que amamos
São os mesmos que nos
Trazem algo que,
aprendemos a amar.
Por isso não devemos
chorar pelo que nos foi
tirado.
E sim aprender amar o que
nos foi dado.
Pois tudo aquilo que é
realmente nosso, nunca
se vai para sempre!!
ESTEJA ONDE ESTIVER, O QUE TENHAS PERDIDO, ESTARÁ SEMPRE CONTIGO POIS ESTARÁ NO TEU CORAÇAO...

UMA BOA SEMANA!
UM BJ SONY

Dias... disse...

Obrigada SONY
Outro para ti

Pratas disse...

Bela estrada de palavras..

Estou de acordo com MOMENTOS.. A meu ver o toque tem muita força.. inesperado pode fazer magia ou quebrar uma corrente.

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem