segunda-feira, setembro 10

Dia com Data

Saiam-lhe tubos das narinas e veias, cabos colavam-se a mamilos que não eram seus. Estava magro como nunca, até o coração musculo tinha emagrecido para alimentar o todo.

A ultima vez que andou, ampararam-no a um espelho para rapar todos os pelos do corpo, não mais se levantou, os tubos que pela barriga o drenavam não o permitiam, a dieta de soro preocupava-se apenas com os números cardíacos, e o corpo comeu os músculos, não eram mais necessários.

Olhou-se desolado o vivo, percorreu-se chamando o pânico, a claustrofobia respondeu-lhe, e sem forças se ergueu já louco. Tombou de dor suspenso pelo pénis interiormente ferido pela algália, e com as mãos de pele apenas, mais se rasgou para do fechado fugir.

Sete dias o deixaram.
Juntaram algemas e cordas aos tubos e cabos, e à dieta adicionaram químicos que tudo o fizeram esquecer, mas lembra sempre os maus sentires que não recorda porquê.

Fade In
Continuava acorrentado mas num altar sexual de onde testemunhava horrores e na sua direcção caminhava um carrasco com um enorme pénis de pregos. Gritou e acordou, movia-se numa maca, vozes diferentes das que não se lembra, mas reconheceu a passagem para o elevador.

Dos onze que conheceu nas dez semanas, apenas dois podem voltar a ser entubados, mas na altura ele não o sabia, não tinha noção, estava apenas aliviado por deixar a sub-cave e satisfeito por ouvir vozes não suas.

Homem de Branco 1 - Acho que um Avião chocou com uma torre, em New York…
Homem de Branco 2 - Eu ouvi qualquer coisa mas estavam a falar em dois…


E tu, onde estavas no 11 de Setembro?

(photo by Setptember 11 gallery)

51 comentários:

Goddess Night disse...

Senti cada momento, do horror, da tragédia. Quase gritei:
-POR FAVOR NÂO...NÂO É VERDADE!
Fiquei histérica em pensamento e arrepiada até ao couro cabeludo. Não me permito mais, não quero ir mais além, é demasiado forte.

Bom dia meu amigo, que feliz fico de te saber aí do outro lado e através desta minha janela ver que o sol nasceu para mim e para todos nós.

No 11 de Setembro, estava eu de férias em Sever do Vouga a preparar uma Sardinhada, quando fui surpreendida pela notícia.

Deixo um enorme beijo que te acompanhe durante o dia e o preencha de momentos felizes.

era uma vez... disse...

Ainda me lembra como se fosse hoje...
Tinha ido buscar ao fim da mañhã um carro de aluger porque tinham batido do meu e fui almoçar a casa dos meus pais. Ao fim do almoço, fui com a minha mãe a Braga e fomos tomar um café com um amigo meu quando vi toda a gente em frente a tv com a boca aberta... Olhei e vi o segundo avião embater contra a torre, mas de inicio até pensei que fosse um filme ou coisa do genero... Digamos, quando me apercebi do que era, fiquei arrepiada da cabeça aos pés. Enfim, sinto pelas pessoas que la ficaram e pelas que perderam os familiares.
Paz a alma deles.
beijos.

GarçaReal disse...

Desta vez agradei?

Um beijo grande ....mas em travessuras ( miudo).

GarçaReal disse...

A 11 de Setembro do fatidico ano, passei nas torres 8 dias antes.
Há horas de sorte....Foi por pouco.

bjgrande

Um Momento disse...

Senti-te deveras...
Desabafei para mim...
apenas para em uma voz...

Abraço-te forte...muito forte

[]

............

E eu no meu 11 de setembro estava a trabalhar...
Mal soube a noticia , passei o dia a uma linha tentar encontrar
Para de alguma forma me aliviar, ou alguma noticia pudesse
De coração na mão, do paradeiro de uma Madrinha tentar saber,
Ao meio dos destroços do metro a foram buscar
Ainda entre toda aquela destruição a respirar
Dois Milagres no mesmo dia...
Louvo eu a quem seja de direito Louvar
Agradeço de coração a quem de direito deva Agradecer, por a ti , á minha Madrinha eu ainda poder ler e sentir, falar e ouvir, abraçar e sorrir

Um beijo, abraçando-te com todo o meu sentimento...

(*)

Teresa Durães disse...

a trabalhar.

*Marta* disse...

Onde é que eu estava? Pergunta ratoeira. Sem remorsos, estava a tratar dos vivos. Um ano depois, estava a fazer o mesmo. Dois anos depois, exactamente o mesmo. Amanhã, dir-te ei onde estou no dia 11 de Setembro. Não fui indiferente à tragédia, nada mesmo. Senti-a na pele ao meu modo enquanto desconhecia o paradeiro de quem me era querido. Foi o 11 de Setembro e mais nenhum igual houve. Ficou morto e enterrado. Há outros 11 de Setembros, não necessariamente iguais mas tragédias de igual valor. Parecem contudo não ser relembradas do mesmo modo talvez porque não representam a grandeza da América. E tão trágica pode ser para nós o desaparecimento de alguém que amamos como o é para as vítimas do WTC. A diferença está apenas na escala. E talvez no orgulho.
Contudo, dou-te os parabéns pelo modo como narraste esta história, com poder suficiente para criar na mente algo fantasmagórico e com sabor a horror. Não me apetece tentar sentir na pele os últimos momentos desse ser que está a cair do WTC; só ele o sabe. Assim como só o sabe quem saiu livre das catacumbas daquele terror. Logo hoje leio-te mais generalista: uma cena que se aplica a qualquer tragédia onde os homens de branco falam relatam algo que não aviões. Algo como maremotos e tsunamis. Algo como a fome.. Porque no fundo a única diferença entre estas e a tragédia americana é que a última, mesmo apanhando inocentes, recorda-me sempre a estupidez da América. A estupidez que faz Bin Laden esfregar as mãos.

*Marta* disse...

Off topic: a vivência foi forte o suficiente para me esquecer de deixar o meu beijo.

lurainbow disse...

Estava na minha hora de almoço a olhar para a T.V em PÂNICO :((
Beijinho e é sempre bom falar e ninguém esquece mas evita lembrar para não sofrer . Como em tudo na VIDA Hipocrisia ...
Parabéns pela coragem estou arrepiada

Pratas disse...

Dias, que texto espectacular :)

Não deixas de surpreender... gostei especialmente da mudança do fade in... mas todo ele está brutal.

Tens um dom de nos fazer viajar para um mundo que não conhecemos...

Parabéns, e não pares por favor.

1 Grande Abraço

Um Momento disse...

Deixo cair um beijo...terno
(*)

Dias disse...

GODDESS
Foi horrivel, o que me vale é que para a proxima (sim, recomecei a beber alcool) não serei entubado :)
Muito obrigada por tudo
Desta vez eu faço o pino e beijo-te nos joanetes.

ERA UMA VEZ
Montes de amigos referem que primeiro pensaram que era um filme...
Mesmo depois não senti nada de especial, é a guerra e quando não se conseguem combater os soldados matam-se os civis, faz parte.
Um beijo relaxante.

GARÇA
Porra, ainda bem que foi por pouco!
Beijo não pouco, em travessuras de miudos.

Dias disse...

UM MOMENTO
Tu escreves-me demasiado bem miuda, não mereço tanto, muito obrigada.
Os desabafos, este e o outro, arrepiam.
Beijo

TERESA
Acho muito bem, o pais tem de avançar.

MARTA (beijada beijada)
Às vezes sucedem-me estas cenas; escrevo um texto que me agrada (e eu não me agrado facilmente) e vem de lá uma Replyer que me sidera!
Permite-me levantar do estirador para te aplaudir de pé.
Obrigadissima pela qualidade do Reply
O meu BEIJO reconhecido.

Dias disse...

LURAINBOW
Objectivo atinjido.
Muito obrigada

PRATAS
Quando as palavras vêem de quem nos conhece, ganham um peso do caraças!
A epoca está a começar, sabes que vou ter de parar/abrandar :)
Abraço grande parceiro

UM MOMENTO
Deixo subir um beijo salgado

lurainbow disse...

Dias

PUMMMM lol
Eu adoro ser sonora e pronto :))
Apenas isso ...
Beijo e obrigado


Yupiiiiiiiiii porque me apeteceu...
Esta Bodega não tem como deixar um GRITO DE GUERRA ... Fonix :))

Teresa Durães disse...

(trabalhava porque preciso e precisava do dinheiro. se o país necessita, esse era outro post ;))

não acredito no amor como forma final.

Há coisas! Mas, claro, uma noite bem passada é uma noite bem passada!

beijos

Flash disse...

Eu estava a fazer o mesmo que os milhares que se encontravam dentro das torres. Trabalhava e não queria acreditar no que ouvia na rádio. Só quando vi as imagens da TV percebi que infelizmente não se tratava de um bluff tipo guerra dos mundos.

Ainda hoje me custa a crer como foi possível.

É bom que nunca nos esqueçamos...

Abraço

Mary Lamb disse...

Podia contar-te uma historia terrivel, que revivi a ler este post...
Gostei e senti.
beijos

Bouquet disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bouquet disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Um Momento disse...

O teu beijo salgado em mim pousou...
Sopro um beijo doce que te chegue a ti...que ao abrires os olhos sorrias porque estamos aqui:)))

Com coragem agora... para aqui colocar o que senti quando te li...

[]
Sete dias a seguir ao primeiro , o acompanharam, ás narinas e ás veias,
Tubos e cabos,algemas e cordas.
Como único alimento ,uma dieta de soro e quimicos,
Que tudo fez não mais lembrar,mas que serviu de alicerce,
Para suportar, ao mesmo tempo que alimentava
um coração emagrecido,por ao seu corpo os musculos ter cedido...
Em frente ao espelho , os seus pêlos roubaram,
E num tubo , o seu estomago drenado foi.
Sem mais poder andar,sem dali poder fugir,por tal dor não lhe o permitir
Sentiu-se desolado, enclausurado, apavorado...
Com o panico já há muito a surgir,tentou arranjar forças,
para enfim , à dor ordenar partir.
Esta teimou em ficar, rasgou-o assim, com mais um tubo
Que em seu interior voltou a sentir, para não mais nada ouvir...
Ao seu coração agora muito fraco,
As máquinas e humanos intensivamente o vigiaram
Quando os números cardiacos não eram os desejados
Sete dias se passaram, sete dias acompanhado, acorrentado
Entre pesadelos e horrores,um carrasco lhe gritou e ele ouviu...
Acordou...
Uma passagem sentiu, não se movendo , moviam-no
Sob um plano em rodas deitado,vozes não sabe de quem ouvia,
O caminho não sabia , mas ao elevador conhecia ...
Uma nova e serena Luz o abraçou...
A sua dor amenizou...Não sabia ainda ele que,
os que eram onze que conheceu em semanas de 10
Apenas dois poderiam agora ser abraçados por tal serena Luz
Mas ele não tinha noção...apenas se limitava a ouvir vozes...
Agora bem reais , embora que não suas...
Na sua vida , na sub-cave agora deixada para trás
“Lembrando sempre os maus sentires que não recorda porquê”
Mas aliviado...por poder ouvir a voz ... agora sua ...
.....

Abraço-te muito forte!!
(*)

Diva disse...

lembro-me perfeitamente... Estava sentada na sala com a mha filha recem nascida no colo, tinha acabado de almocar... foi tudo tao real... impossivel nao lembrar...
Bjs meus

impulsos disse...

Dias
Confesso que me deixaste de boca aberta, perante tamanha e tão real descrição, do que é uma vida trancada numa enfermaria de um qualquer hospital...
...da morte lenta que se avizinha,
... em cada divisória que se fecha a cortina...
E o corpo definha!...

Conheço bem de perto esse drama...
Vejo-o todos os dias!!

Triste, muito triste.

Beijinho meu

impulsos disse...

Esqueci-me de dizer
Bem hajas pela lembrança deste dia que nunca nos sairá da memória.

Lembro-me onde estava nesse dia...
Na cozinha, a fazer o pequeno almoço e com a televisão ligada na SIC, onde o Paulo Camacho apresentava as notícias desse dia, até que...

Menina do Rio disse...

Eu havia acabado de chegar ao trabalho.Mal liguei o Pc e desabou tudo; as Torres, as noticias... Naquele dia ninguém tirou os olhos dos noticiários. Apesar de ser um atentado terrorista, lembrou-me o desabamento do Palace II aqui no Rio em fevereiro de 1998. Infelizmente somos vulneráveis e a vida caminha sempre por um fio.

Um beijo pra ti

mari crrrrruuuu... disse...

E quando me disseam, antes de ver na TV, pensava que estavam a gozar. Algum tipo de anedota que eu não estava a perceber. O caus!
E sí vi pela TV...

Bjinho***

Anônimo disse...

Dias,
Um beijo relaxante?
E que tal uma massagem a acompanhar?
Hummm.... Sabes... auqela que so nós sabemos?
Beijos lindos e relaxantes.

Anônimo disse...

Ah e amei a noite de ontem;)
Um beijo daqueles so nossos.

silvia disse...

Vim por aqui para te desejar uma boa noite.
Beijos:)

Um Momento disse...

Agora a caminho de casa... cansadinha ...
Sopro um beijo...
Que chegue a Ti
(*)

Som Do Silêncio disse...

Bem Dias...

Eu dizendo a verdade já não me lembro do sitio exacto onde eu estava...

Mas ao lêr este relato fiquei com um nó no estomago a pensar que almas teriam passado por esse sacrilégio.

Deixo-te um beijo de boa noite

Goddess Night disse...

O pino saíu perfeito, os joanetes é que não existem:).

Beijinhos, até daqui a uns dias.

Dias disse...

LURAINBOW
PUMMMMbeijo

TERESA
Penso que o amor É a forma final, por isso é que so me apaixono (mas percebi-te no contexto)
Beijos

FLASH
Todas as pessoas (reais) que me referiram a “Guerra dos Mundos”, são pessoas a quem me habituei a ouvir de forma mais atenta. Interessante…
Abraço

Dias disse...

MARY
Muito obrigada.
Guardo a tua historia para núpcias do teu feeling.
Beijos

BOUQUET
Todos os teus adjectivos e mais uns quantos não nos chegariam para esboçar...
A photo é um clássico. Depois de queimar os pulmões a tentar salvar-me para rever a minha filha, voaria com a mesma calma deste homem.
Muito obrigada

UM MOMENTO
Já sabes que gostei imenso :)
Muito obrigada miúda.
Beijo salgado a caminho do Norte

Dias disse...

DIVA
Obrigada e beijos meus

IMPULSOS
“definha”, juro que me tentei lembrar do termo para o texto mas não me veio...
Muito obrigada
Meu beijinho

MENINA
Obrigadíssima
Pra ti um beijo

Dias disse...

MARI CRU
Obrigada
Três beijinhos

ANÓNIMO
Beijos relaxantes acompanhados de massagens são ainda mais bem vindos quando se sabe de quem vêm.
Algo me diz que a tua noite foi melhor que a minha :)
Lindos e relaxantes beijos

SILVIA
Uma óptima noite para ti Loira, pelo menos tão boa como a do Anónimo ai em cima :)
Maravilha ler-te por cá!
Beijos

Dias disse...

UM MOMENTO
Um beijo que a ti chegue soprando.

SOM
Muito obrigada.
Um beijo de boa noite

GODDESS
Até daqui a uns dias mil milhões de beijinhos simples porque é tarde e estou cansado :)

Anônimo disse...

Um beijo daqueles que só nós sabemos...

as velas ardem ate ao fim disse...

Arrepiante.

bjinhos

(onde estaremos nós todos os dias?)

Um Momento disse...

Passo a correr, pois hoje parece dia de "maratona"
Deixo um beijo em ti,um abraço tamanho do mundo ,por todos aqueles que hoje ainda não dei que te encha até nos voltar-mos a "ver".
Gosto-te meu adorado Namorado Virtual
Beijo-me-tu-nós
(*)

Barão Van Blogh disse...

Venho agradecer a visita e, deixo estas três linhas do novo poema , que dedico a todas as mulheres , e a nós homens que as amamos .

"Em fragrância na água cristalina
Gotículas salpicam-na maravilhadas
O sensual corpo de mulher menina"

Continuação de boa semana .

Anônimo disse...

Deitada na areia, fecho os olhos.
Penso em ti e sinto..
Os teus lábios encontrando os meus.
Penso em ti e sinto…
A minha pele sensível e quente,
Esperando pelo teu toque,
Teu corpo encostando-se ao meu.
A tua boca explorando a minha,
Penso em ti e sinto…
As tuas mãos percorrer o meu corpo,
Que transborda de prazer,
A espera do teu…
Perdida de desejos,
Aguardo com ânsia os teus beijos.
Penso em ti e sinto…
O teu corpo quente,
Que me faz vibrar em vários tons,
Como se o mar invadisse,
Este louco desejo de sentir, de paixão...
Que por ti sinto no meu peito.
Abro os olhos e sinto…
Insanos desejos não mais contidos,
Somos dois amantes apaixonados,
Entregues ao mais puro dos prazer.
Beijos que so nós sabemos;)

Anônimo disse...

Mais um beijo de boa noite e sonha com aquela tarde que passamos juntos;)
ADORO-TU MEU........
Beijos longos.

Um Momento disse...

Meu Querido Namorado Virtual
Deixo um beijo que te acompanhe na nossa madrugada e te encha como tu a mim

Beijo nosso

Adoro-tu-mi-nos
(*)

Madrugada disse...

Muito bom.

ahah...

Abraço.

Madrugada disse...

Abraço.

Um Momento disse...

Chego... olho-te...sorrio
Dormes... sereno
Sopro um beijo...
Pé ante pé... vou até á porta...
Não antes de te soprar um beijo que te refresque ao abrires os olhos...
O meu novo amiguinho
está ainda comigo, voa contente, sem vontade de ir voar para outras paragens :))

Votos de um dia muito lindo

Gosto-te
(*)

Anônimo disse...

Solto-me em brasas percorrendo teu corpo,
sedenta de ti, grito teu nome.
Sinto no céu da minha boca,
teu beijo iluminando minha noite,
e estremeço nesse desejo enorme
que toma meu corpo deixando-me louca.

Vibra meu corpo, somem meus sentidos,
viro estrela em constelações inexistentes.
Nesse momento, faço-me tua,
dou-te da vida que canta em mim
em acordes de harmonia, o sol se faz presente
e toca minha pele iluminando a noite escura.

Sou vida onde es luz
que toca o meu corpo, ponto a ponto, fazendo-me feliz.
Nesse momento, as areias do tempo seguro em minhas mãos,
es tu e eu possuindo o universo inteiro
e vejo-me tua, abrigo que sempre quis,
amor sem limites que toca minha alma com tamanha paixão.
Bom dia amor.
Beijo

Dias disse...

AS VELAS
Muito obrigada
Beijinhos

BARÃO
Os Copy/Paste dão-me sempre um prazer muito especial.
Continuação de boa semana

MADRUGADA
Obrigado
Abraço

UM MOMENTO
Sempre mega ternurenta, és uma querida.
Beijo imenso de mim para cima, que te encontre o melhor possível.

ANÓNIMO
Sejas homem ou mulher, gosto da forma como me tratas, das palvras que me dedicas, do tempo que me despensas.
Muito obrigada por tudo, mas realmente preferia que inventasses um nick para eu saber a qual dos anónimos me dirijo.
Beijo enorme ou abraço igual.

Um Momento disse...

Deixo cair um beijo...
(*)

FE disse...

Grande André, um relato de uma situação complicada, uma fase que superaste com grande espírito de sacrifício, és um lutador por natureza...
A maneira como descreves no papel/monitor é algo digno de um realce surreal.
Cumps ao people do costume, aquele que é tudo para ti.

Grande abraço bro e vai-lhe dando com a alma no teclado.

Tanks pelas passagens ;)

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem