quarta-feira, setembro 5

Carta Aberta


Larga-me, desaparece, não te quero ouvir.
De ti, tudo o que quero tenho no sentir.

À vista de todos no meu olhar
escancarado da alma meu ser
factura que me deixou o amar
dias que vida quer não reviver

Lindíssima és mas não te reconheço
já de todos fomos depois de me teres
já nos completámos, tive o que mereço
mas sobrevivi-te na raiva dos prazeres

Crueldade mais não posso suportar
caiu sempre, tu sabes bem que sim
mas quando for serei eu a ordenar
vomitar-te-ei em ódio antes de mim

De ti, o que não quero tenho no sentir.
Larga-me, desaparece, não te quero ouvir.

Abraço VIVO!

(esta foi a única carta que escrevi em 2007, está selada e por enviar)

26 comentários:

ma,avc disse...

será que entendi?

Ana disse...

Às vezes, a força das certezas desaparece na fraqueza dos sentimentos... uma carta que não se envia pode dizer mais do que a que se enviou... não para quem a iria receber, mas para quem a escreveu.
Bjs

*Marta* disse...

É a minha vez de te dar os parabéns; para que saibas, estava curiosa para voltar a ler outro poema teu depois daquele… E agora convenço-me de vez que deves explorar mais essa veia para a poesia.
Ao mesmo estilo, o breu (que amei!) torna-te sem fazer perguntas.. ah! Se eu fosse ela, dir-te –ia! O impacto que teria saber tais palavras em voz alta. Quando se lê de rajada cria-se essa sensação. Se eu fosse ela, dir-te-ia.. que só se diz algo forte quando se tem a certeza.
Ouviste? SÓ SE DIZ ALGO FORTE QUANDO SE TEM A CERTEZA!!

*Marta* disse...

o meu beijo segue pelo correio...

Bouquet disse...

Por vezes não é o acto de a enviar e fazer com que o destinatário a receba que nos faz sentir "melhor"!

Melhor faz escrever tudo o que sentimos numa carta , fechá-la e mesmo que não a enviemos... tê-la ali, parece que nos faz um bem tal como se escarrapachássemos todos os sentires, alivia-nos a alma!

Ki disse...

Fantástico. Brilhante a ideia do 'depois de mim', acho que todos escrevemos coisas que nunca jamais em tempo algum alguém lerá... memso assim fazem -nos bem pk aos escrevermo-las transportamos a negatividade do q sentimos e libertamos o positivismo das recordações, ainda q me pareça q tu vás discordar comigo.Será q quem gostamos vive sempre em nós?Humm...

Tempus Fugit.

Beijos.

Ki disse...

Voltei para dizer algoque nem sempre lembramos mas apreciamos quase todos, gosto das tuas fotos.

See you...

Tempo disse...

MA,AVC
Não sei, o que entendeste?

ANA
De acordo.
Muito obrigada.
Beijos

MARTA (de um lado uma estrela, do outro um beijo)
Sabes miúda, às vezes dedico tempo aos Alfas da Poesia Lusa Blogada, aqueles e aquelas mesmo a sério, que publicam e se auto intitulam (ou eles ou o rebanho) de Poetas.
São tão pobres, tão infantis, tão vazios de Arte, Saber e Conteúdos, que se torna penoso terminar duas paginas que seja. É desolador!
Queres-me junto da Poesia? Estou nos Blogs do costume, numa parede, na memoria dos amigos, desconhecidos e inimigos, estou numa mulher, no teu coração que me vai sabendo de cor... Poesia para mim não são as estupidezes que bajulam, imitam ou gritam, Poesia para mim são as estupidezes que nunca consegui dizer tão belo.
Ainda bem que gostaste da minha Poesia, o “Breu” está bem cool, esta “Carta” está vulgar.
Eu só digo algo forte quando tenho a certeza!
E o meu beijo fica já aqui *

Tempo disse...

BOUQUET
Foi precisamente para isso que criei o Dias, na mouche.

KI
Primeiro: Muito obrigada, e depois: os termos (+ e -) não são bem os meus, mas no conceito estamos de acordo, o que é uma chatice para nós :)
Obrigadãozão pelas fotos, até me babei.
C U 2
P.S.- Quem gostamos vive SEMPRE em nós, mesmo quando deixamos de gostar!

NETMITO disse...

GOSTEI MUITO DE TE LER.

É MESMO TRAMADO TER UM BLOG...ENTÃO SE FOREM UNS POUCOS COMO EU TENHO!

Abraço.

Um Momento disse...

Soltando-se, apenas ficando invisivel aos olhos teus...silencia-se.
Dela , tudo o que tu queres está em ti,no teu sentir.
O mundo inteiro sabe,sente ao os teus olhos ver,que esse teu ser amado,te deixou magoado,e tal factura não seria merecida receber.
Cansado, sentido, doído ,amando,em ti não queres deixar o passado transparecer.
Bela foi, linda é,ambos copletados num só ser.dela , teu vosso prazer,agora irreconhecivel ao teu querer,contrariando o teu sentir,no desejo de em ti ,aos dois se voltarem a ter, ainda que ,de todos ambos fossem depois de o ser.
Na crueldade a magia se desfaz,tombando por terra ,sonhos,outrora flutuantes ...
Se um dia o coração ordenar...e os teus sentires assim o desejarem...o ódio por ti tomado,tombado ficará e a carta se rasgará...jamais sendo aberta...para no Amor ambos reinarem.

Agarro-te...respeito...solto-te
Aqui estive...aqui estou...
Oiço-te ...ouves-me...
Num abraço vivo
sentido e selado
num beijo muito nosso
Gosto-te
(*)

GarçaReal disse...

Um poema cheio de força e veracidade.

Mas sobrevivi-te na raiva dos prazeres...Destaco


Tu não desapareças, pois quero ler-te sempre.


bjgrande

Um Momento disse...

Agora com tempo ao Tempo venho dizer algo...que a mim mec deixa muito feliz
Indiquei um teu poema para "caneta de ouro"in blog" 2007",que eu ADORO desde o 1º minuto que o li...
é ele
"Maior Lua de Julho "de 30 de Julho de 2007

Gosto-te não só pelo ser Fantástico que és, mas também por palavras tão sentidas e expressivas a mim , nós, nos presenteares
Parabéns :))
(*)

Vity disse...

Olá,

Porque as palavras me faltam
Para transmitir a emoção
Que as tuas me provocam
Deixo-te apenas um beijo no coração

Vity

moonlover disse...

Neste poema sente-se os sentimentos com uma realidade arrepiante, fantástico Dias, como sempre;)
um beijo
b

impulsos disse...

Bem... quanta intensidade numa só missiva!!
E porque será que nunca a enviaste?
Pois...

Há momentos em que, ao escrever, se descarrega tudo o que vai na alma.
Depois... bem depois há a indecisão de o mostrar ou não.
Tu optaste por controlar o impulso de não a enviar ao seu destinatário, embora agora o estejas a fazer...

Beijinho

Bouquet disse...

Bem estou com um problemazinho!
Fui convidada a aceitar participar no "caneta de ouro"in blog" 2007"

Quero te perguntar se aceiats caso eu consiga participar dele...pois o meu blog nasceu 3 dias depois da data limite...mas haverá voltas a dar com certeza!

Caso consiga dar esa volta...aceitas?


Sempre na MOUCHE!!
YES!

Anônimo disse...

Aquela mentirinha..


clap clap clap

Só mortos ou vivos de morte clandestina não conseguem entender..
Para quem não lia a não ser imagens, estás um poeta e um escritor.. e contemporâneo tb..

fds fds fds ...preciso do grande favor do costume.. beijos à familia.

Tempo disse...

NETMITO (nice nick)
Muito obrigado.
Boa sorte com a “ninhada” :)
E um abraço.

UM MOMENTO
Não so me dissecas como me suplantas.
Incrível o teu Reply, enriqueces-me miúda.
Retiro-lhe apenas o final “para no amor ambos reinarem” porque tudo o que não quero é voltar a cair nesse Rio.
Beijo muito nosso

GARÇA
- Muito obrigada.
- Tenho de o dizer várias vezes para não me esquecer :)
- Isso depende dos dias...
- Grande beijo

*Marta* disse...

Para compensar a falta das palavras hoje, vim deixar te um grande beijo. ;)

Tempo disse...

UM MOMENTO
Tu, para alem do gosto duvidoso, és uma grandessíssima querida.
Parêntese esquerdo asterisco parêntese direito.

VITY
Muito obrigada e beijo enorme no teu coração.

MOON
Como sempre, muitíssimo obrigada.
Um beijo

Tempo disse...

IMPULSOS
Não enviei porque não são merecidas, foram apenas necessárias. E não sei se agora o faço para ela, faço-o para mim, para ti, e para vocês.
[PUBLICIDADE] Leiam o ultimo post da Impulsos, é EXCELENTE!! [/PUBLICIDADE]
Beijinhos

BOUQUET
Sempre surpreendido… se calhar até tenho algum jeitinho… muitíssimo obrigada.
Um beijo abraçado muito forte pela honra. Espero que problemazinho já não o seja, mas a mim JÁ ME FICOU!

ANÓNIMO (Inventa lá uma assinatura qualquer)
Sabes que amanha começa o Mundial de Rugby?
Sabes que estou sem nenhuma das 2 famílias?
Então larga-me, desaparece, não te quero ouvir :)
Amanha é impossível, sábado também, domingo depois de almoço?
Se ca vieres hoje matamos saudades, mas não todas :)
Beijos à tua, MUITA GRANDES

MARTA
As palavras são as possíveis, agora tenho-as.
Um beijo grande

Goddess Night disse...

A dor tem que ser bem gerida. Foste agil, remetes o assunto ao papel. Bem pensado.
Os dissabores da vida acontecem-nos a todos com frequência, esta é uma excelente forma de os libertar-mos.
Muito bom.
Beijoka.

gasolina disse...

Vou ficar.
Agarrar-te e derrubar o olhar. Passar o calo do dedo que escreve sobre os teus lábios. Talvez assim percebas a marca das páginas.

Um beijo imenso.
E não vale a pena correres comigo.
Vou ficar.
É que só te -TE.

Dias disse...

GODDESS
Muito obrigada
Beijoka imensa

GAS
Sempre uma honra!
Lindissimo reply, sou um privilegiado.
Se não ficasses é que eu teria de correr, para te ir buscar.
Um beijo imenso

GarçaReal disse...

Um beijo imenso também para ti.

Obrigada

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem