quinta-feira, maio 10

Entre casas

Com ambas as emoções disse um palavrão e começou a fazer a primeira das mil malas que nos próximos dias o esperavam.

Aquelas duas malas acompanham-no à uma eternidade, ostentam códigos de identificação falidos, são dois pedaços de sempre. Têm-lhe acudido a cada início, a cada novo Lar. As suas bases são sólidas, as toneladas de livros e discos que conheceram mistificam-nas. A seu lado a mochila de campismo é um adolescente.

Foram diferentes os dias de pai solteiro e gulosos os dias simplesmente solteiro, mas se pretendo passar despercebido às valquírias está na altura de regressar. Mas regressar para onde?


E tomei a ultima decisão altruísta da minha vida, pelo menos assim o espero.


Com ambas as emoções disse um palavrão e colocou o carro em marcha para a primeira das mil viagens entre casas, tantas casas e nenhum lar... vai ser desta !?
As malas no banco de trás e a mochila no banco da frente sorriram-se e repetiram comigo um palavrão...

Abraço carregado

15 comentários:

impulsos disse...

Talvez esse pedaço de caminho entre uma e outra casa, seja simplesmente a sua verdadeira vida... o espaço que fica entre esta e a outra vida... entre dois mundos distintos.
O palavrão é um grito de alívio que o faz sentir vivo e lhe alívia a alma...
(Eternamente jovem?...)

Beijo num impulso

Miosotis disse...

Bom dia!
Ou melhores dias virão?!
Ui...fiquei confusa com o texto.
É linear ou implícito?
Quem sabe...só tu mesmo!
Quanto ao comentário que deixaste ao meu post...meu caro, excluiste logo à partida a premissa correcta.
Erro crasso!
Os amores que se dizem eternos....os de dias....os fortuitos....os platónicos....esses passam, desvanecem-se com o correr do tempo e com a erosão das vidas.
Mas o de mãe....esse é incondicional!
Mata...mói...dói...e não há tempo, nem ventos, nem marés que o atenuem. Pelo contrário, agudizam-no!
Com o correr do tempo, dos ventos ou das marés....é um crescendo directamente proporcional a sabê-los passarinhos que querem voar, que deixam o ninho, que já não estão mais ali....
E dói!
E mói!
E arrasta-se esse sentimento enorme até ao fim dos nossos dias.
Bem, grande testamento!!!
Não te "melgo" mais com as minhas parvoeiras.
Fica bem se puderes.
E a nova casa é gira?
Será que poderás dizer "Aqui vou ser feliz!" ?
Beijos.

marisa disse...

Acho que não percebi... ou talvez não queira perceber.
De casa em casa, com mil malas, um eterno solteiro, mas com responsabilidades de pai?
Se calhar há aqui demasiado sentimento na alma, seja mágoa ou o que for, mas demasiada emoção.
Quanto ao texto por si só, como sempre, muito bom.

VICIO disse...

"mil malas"
"uma eternidade"
"toneladas de livros e discos"
"mil viagens entre casas"

é tudo à grande!
(tava pra usar um palavrão mas acho que não vale a pena :D)

Papoila Sonhadora disse...

Ola Andre, querido Amigo, gostei deste teu ar de viajante...
Deixo-te um doce bjinho no peitoril da janela,
Papi Sonhadora,

Dias... disse...

IMPULSOS
Adorei a interpretação.
Num impulso um beijo

MIOSOTIS
Um bom dia, claro. Todos os dias em que fazemos algo diferente são bons.
A "nova" casa é... diferente, e não, "aqui" não serei feliz.
Beijo

MARISA
Obrigada por teres gostado do texto, é sempre uma honra ser elogiado por quem prefiro ler.

VICIO
Guarda para outra altura ;)

PAPI
... beijo salgado e obrigada.

sonhadora disse...

Palavras salpicadas com o orvalho da manhã.
Beijinhos embrulhados em abraços

Ana Luar disse...

O que fica e o que levamos entre uma casa e outra... enfim mudanças... muitas vezes até de vida.

Miosotis disse...

______________(`*•.¸ (`*•.¸ ¸.•*´) ¸.•* )___________
______________..::¨`•.* *¸.•`¨::..__________________
_______________.(¸.•*(¸.•*´ `*•.¸)*•.¸).____________
 "Quando alguém nos ofende,
    devemos escrever na areia
    onde o vento do esquecimento
        e do perdão
    se encarregam de apagar;
    porém ..........      
    quando ele nos faz algo grandioso,
    devemos gravar na pedra da memória
        do coração,
    onde vento nenhum do mundo
        poderá apagar"..

   Fique bem.

 Tenha um Excelente FDS!!

      βείjσs ηo Ćoгαçãα
______________(`*•.¸ (`*•.¸ ¸.•*´) ¸.•* )___________
______________..::¨`•.* *¸.•`¨::..__________________
_______________.(¸.•*(¸.•*´ `*•.¸)*•.¸).____________

Lia disse...

Mas nunca é...

Um beijo

sonhadora disse...

Passa pelo meu blog.
Beijinhos embrulhados em abraços

S.M.R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dias... disse...

ANA LUAR
Principalmente de vida

MIOSOTIS
Muito bonito, obrigada
Beijo

LIA
Pois...
Beijo

SONHADORA
Honradissimo... Fico mega orgulhoso por conseguir agradar aos meus pares, tantas vezes (como no caso) artistas tão superiores a mim.
Abração agrafado num beijão

S.M.R.
Até já
Beijo

S.M.R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Moonlover disse...

Senti-me neste texto!

já passei pelo mesmo,

aproveita todos os momentos...

:)mesmo quando estamos sós,
podemos tirar proveito e
fazer algumas das coisas que nos passam pela cabeça e que nunca tivemos coragem de o fazer:)

boa sorte;)

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem