quarta-feira, dezembro 19

Hurra!!

Depois de um minuto de Eléctrico dos Jerónimos ao Palácio de Belém, um minuto de Metro de Santa Apolónia ao Terreiro do Paço.
O nosso primeiro é um homem de rapidinhas…

Mas, 10 anos para se concluir o ultimo troço da linha azul ??...
E apanharam-nos a olhar para baixo e roubaram-nos as colunas (mais uma vez…) do Cais que recebeu o Tsunami em 1755...
É como as obras que nos fazem à porta de casa que quando concluídas se intemporizam em sobras de calhaus e terra que de forma alguma poderiam ser removidos por quem os aportou ou criou… assim fica mais interessante palmilhar calçadas, entre os entorses e os despojos do obrar canino que cada vez mais minam as ruas de Lx e arredores.


Mas divago…

300 milhões de euros, mais 130 milhões que o previsto mas o túnel está feito e é fundamental para a cidade…

Agora já posso ir visitar a zona da Expo em hora de ponta, porque se acabou a hora de ponta no enclave ribeirinho de Lisboa! Mas só em 2222, quando tivermos uma rede de teleportadores, porque até lá, continuamos a fazer obras com pelo menos 10 anos de atraso, fundamentais mas irremediavelmente atrasadas, tanto que carecem de vero impacto urbano para alem do duvidoso, na raiz da city, onde infelizmente é obvio apenas ser possivel desanuviar metropolizando em altura.

Falta o túnel do Rossio, camuflado… já nem se lembram das fachadas Neo-Manuelinas ou do Centro Comercial tão claustofobicamente 80´s, ou dos apeadeiros industriais quase tão belos como os apeadeiros saloios do Barreiro. Em 2008 estará reaberto, dizem… mas o que interessa é o que já está e o do Terreiro do Paço já está!

Só falta alguém que obrigue quem emprega e quem constrói a cumprir ou pagar pelo incumprimento, porque nos últimos dez anos podiam ter oferecido ao cidadão André Clemente 130 milhões de euros, e não mos deram!!

Abraços ao Túnel, que nunca se separe.

9 comentários:

moonlover disse...

Rapidinhas! ;) boa...

Mas,como sempre fazem o que querem e ninguem tem hipotese de lhes cobrar responsabilidades!
No meio destes milhões que vão gastando a mais ainda têm a lata de nos pedir para poupar e apertar os cordões á bolsa!!!

Bom post miudo, gostei mt.

um beijo esbanjado ;)
moon

gasolina disse...

E as colunas?
Onde param as colunas?

E por falar nisso: Mais um post a transbordar uma consciência politica que só demonstra coluna vertebral.
Erectus, pois então!

Beijo Señor acompanhado da devida vénia a roçar o solo.

Goddess Night disse...

Se aplicassem esse "excedente" em obras de restauro do nosso património, na nossa cultura, certamente poderiamos viver e visitar com mais agrado as nossas cidades, sem tropeçarmos constantemente neste entulho.
Boa Dias. Gostei.
Beijos Grandalhões, vão agora apanhar o metro, espero que não cheguem com 10 anos e uns meses de atraso:):).

Um Momento disse...

Em eléctricos outrora andei
Pelo tunel do Rossio dez minutos em escuridão passeei
Anos passados,tempos relembrados da minha infãncia
Triste fiquei um dia quando nele queria passear... e não podia
Este novo tunel ainda não conheço
Mas numa rapidinha o irei conhecer
Mas 130 milhoes de euros... ai não te posso oferecer
Mas posso prometer, cumprir e de livre vontade
um castelo de sonhos construir
Com 130 milhoes de beijos em ti... a florir
Hurra!!!
Um dia destes... lá irei eu numa rapidinha este tunel descobrir,abraçar e não o deixar separar

Sempre a surpreender-me...és um Ser cheio de surpresas...
Excelênte texto...
E depois ...olha...
Adoro-te sabias?
Desejo-te uma linda Madrugada soprando-te um imenso...
Beijo nosso
(*)

nXistence disse...

Se ficas contente então também fico. É que por cá também espero há vinte anos por algo na minha city mas isso não importa, Lx é Lx e aqui é um cuzinho de judas. Entre os inventores e construtores desses betões que tanto nos faltam existem génios, mas antes de génios são patrões capitalistas ávidos do novoriquismo. De modo que não aprendem nada. Se compararmos Madrid ou até Paris (aii suspiro) onde o trânsito flui lindamente ao mesmo tempo que as estruturas de origem são mantidas dignas e com o prestígio que merecem, ficamos calados com as diferenças. Souberam acolher os génios acima de tudo. Os nossos até se esqueceram de estudar a instabilidade das vigas de madeira e provavelmente afundariam lisboa sem querer. Por cá faltam políticas de cultura com especial atenção para o povo e a sua história. E por cá o lema também é "devagar, devagar, que temos pressa!"


Abraço a ti, eu quero lá abraçar o tunel..

silvia disse...

Eu ouvi falar do teu blog:)
A pois é...PARABENS:)))
Bem vim mesmo desejar-te um FELIZ NATAL e Um otpimo ano novo que ja me vou amanhã pa terra de nuestros hermanos;)
Um beijo enrome de quem te adora:)))

Um Momento disse...

Foi com imensa" vaidade" que ouvi este post citado na Rádio por Pedro Duarte
Muitissimos Parabéns meu Querido!
Mais uma prova de que a tua escrita é algo merecedora de tantos elogios

Com uma vénia te estendo uma longa passadeira vermelha Senôr Dias ,em que eu plebeia me ajoelho á sua passagem e húmildemente lhe sopro um ...
Beijo Nosso
( desse jamais abdicarei...nem que Sua Excelência me condene á forca:D)

(*)

Dias disse...

MOON
Precisamos de um Inverno rigoroso na vergonha, precisamos de profissionais e não de empregados.
Esbanjado? :) Desses não me lembro de ter recebido :), um igual, mas maior, para ti miuda.

GAS
As Colunas? Nos jardins interiores de algum gabinete empalaçado...
Consciencia Social, aceito com relutancia, Politica não obrigado, já o sabes.
Mas como é que dás um beijo e a venia ao mesmo tempo ? :)

GODDESS
Kilometros de listas com possiveis aplicações para os "excedentes"...
fundamental era que alguem fosse responsabilizado pelas "derrapagens" so para sentirmos alguma honra quando lhes entregamos o nosso dinheiro.
Os teus beijos chegaram rapido, mas vêm encharcados :)

Dias disse...

UM MOMENTO
Os teus replys são sempre momentos altos desta janela.
130 milhões de beijos não são suficientes para te agradecer, 131 talvez... que te enforquem :)

NX
Por cá falta imenso e o que não falta vem de fora. Parece-me que foi esse o acordo que estabelecemos com a UE a quando da nossa entrada: não apenas abdicar de terra e mar, mas também da capacidade criativa e da competencia do indevido.
Abraço a ti, num tunel de beijos.

SILVIA
:(
Até já loira...
Abraço imenso

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem