sexta-feira, dezembro 14

Baptismo - Referendo Familiar

Sou baptizado, fiz a primeira comunhão, e andei 11 anos no Colégio Jesuíta - São João de Brito (a "fabrica de génios"). Posso afirmar com alguma segurança que o meu conhecimento da Religião Católica Apostólica Românica, numa boa Lua está no patamar de qualquer Beata.

Estou-me marimbando se a minha filhota será ou não baptizada, por mim espera-se que tenha vontade para decidir por si própria, mas tenho uma Mãe que crê num Deus punitivo e tem o dom de proferir as frases mais hilariantes de todas as Mães.


Desta vez, uma divorciada absolutamente apaixonada por uma neta nascida de uma relação não matrimonial, acusa-nos de heresia… incongruências do rebanho de Deus.

Abraços

23 comentários:

FERNANDA & SONETOS disse...

Olá Dias, li e reli o teu texto e gostei!
Deixo-te um abraço de carinho e amizade.
Fernandinha

KI disse...

Não creio que qualquer das duas opiniões levadas à práctica prejudiquem a criança... mas eu sou agnóstica, logo concordo contigo, "quando alguém nasce, nasce selvagem..."

Bom fim de semana, beijos Dias André.

nXistence disse...

Não há idade para o baptismo pelo que a filhota pode decidir por ela.
Os progenitores.. estão cá para ser amados e aturados ;)
Antes uma mãe dogmática do que um pai dominador. A tua momi dogmática não faz por mal, é o peso dos séculos de religião habituada a ignorar valores reais que estejam em concepções diferentes das dela. De modo que não reconhece que quem pensa de modo diferente também possa ter razão e apenas impõe o que pensa ser verdade esquecendo-se que esta só pode ser imposta no respeito pela liberdade dos outros. Não precisas de te “juntar a ela” mas também não te adianta stressares-lhe em cima com os seus pobres pecadilhos de divorciada.. já é duro para uma dogmática com indícios de fanatismo ter esse peso às costas e até me faz dó porque acabam por ficar com um medo danado da morte e da espada de um deus vingador. Quando alguém é incapaz de exaltar a sua própria religião acaba por rebaixar os outros.. daí a acusação de heresia. É mesmo o peso de séculos de horizontes tapados e das “ideias de Torquemada” aliadas a uma falta de conhecimento da teologia ( ciência maravilha quando entendida!) e da doutrina da Sé apostólica que levam a estas atitudes. No fundo, nem acreditam no que dizem. Manda-a ler o discurso de S.Paulo aos atenienses (c.17), está lá bem explicita a liberdade de abraçar a fé católica por vontade pessoal e não por obrigação. Suponho que já saibas isso com 11 anos sob educação jesuíta :p. Numa boa lua deve ser interessante discutir teologia com um génio dali saído.
A cada um a sua crença, o importante é estar de bem com a vida.


Beijos e mais beijos e abraço do teu tamanho

Mestre disse...

Amigo, a senhora que te confrontou lembrou-me a história de uma mulher que frequentava tanto a igreja e era tão beata, tão beata, tão beata...

Que o padre fumou-a.

Os cães ladram e a caravana passa.

Um Momento disse...

Interessante...
Em termos de religiões e crenças... cada um sabe da sua...
Também eu fui baptizada,fiz a 1ª
comunhão, a solene, fui catequista ,e ainda escuteira... e hoje tenho dois tesouros a quem dei o "direito" de escolher( já que eu práticamente fui" obrigada" a seguir a tradição( religião) familiar...)se querem ou não ser "Baptizados" e em que religião.
Acho que deveria ser assim com todos os seres e, segundo consta "Jesus" só foi baptizado depois dos 30...
Portanto...;o)
Deixo-te um imenso...

Beijo nosso

(*)

Um Momento disse...

Ops...
A fotografia está LINDA!!
E já agora... estava aqui a imaginar essa linda carinha exactamente assim ...(para o padre claro está) ... na hora do baptismo;o)))

Sorrindo imenso!!!!!!

(*)

Statler disse...

Interessante escarrapachares aqui tal facto. Coisas da net!
Leva o caso a tribunal, andam a interferir na educaçao que o pai biológico quer para a SUA filha.


(Sinto-me mais cheio de informação, transbordo de conhecimento)

Vaite recto disse...

Hahahaha ..um acionista preocupado..

A minha mãe não teria sorte nenhuma.. a tua é tão dogmática que não é o castigo que as preocupará, mas perder a garantia.., porque no resto quase tudo se perdoa..

Neo disse...

Ser cristão é uma coisa muito complicada de arrumar na vida.

Waldorf disse...

Ora aqui está uma coisa BASTANTE interesssante e que o mundo blogósférico PRECISAVA saber!
Nunca mais vamos ser os mesmos depois de saberermos que o Dias é produto da tal fábrica de génios!

Haja modéstia, que a gabarolice até doi de tão escarrapachada em cada palavra tua!

Dias disse...

FERNANDA
Obrigadinha :)
Um abraço

KI
Pessoalmente gosto de ser português, de resto não queria ter mais nenhum rotulo, nem sequer o de Benfiqusita.
Beijos Ki

NX
Nunca pretendo transmitir qualquer tipo de resposta à minha Velha, limito-me a reporta-la. Não vale a pena.
A minha Mãe so teme a morte porque nessa altura deixa de me poder "ajudar"... :D
Fui passado "por-favor" e "convidado" a sair da "Fabrica de Genios", isso deve querer dizer que eu sou um dos "com defeito" :)))
Abraços e mais abraços e Beijos do teu tamanho.

Dias disse...

MESTRE
Fumou-a ? Muy cool!!
Caravana andando, coxa, mas em frente.

MOMENTO
Sabes, nunca compreendi o espirito dos Escoteiros, mas respeito-os porque vivem o azul e o verde com outro prazer.
Boa filosofia de vida miuda, têm sorte os teus filhotes.
A filhota dá umas fotos engraçadas :)
Nosso Beijo e imensos sorrisos

STATLER
Estão PERMANENTEMENTE a interferir na educação que os pais querem para os seus filhos, é por isso que eu não tento educar, limito-me a ensinar.
(quase) Sempre bom transbordar, é melhor que conter.

Statler disse...

Dias & Dias

As tuas palavras são o meu alimento!

Dias disse...

VAITE
Não sou bem um "accionista" da mesma "empresa", mas sim, acredito em entidades superiores ao Homem, ponho em causa é o significado de "Divindade".
Gosto muito do: "perder a garantia porque no resto quase tudo se perdoa", bem esgalhado.

NEO
Olha O MEU GURU Bloguistico... andamos afastados outra vez... somos assim.
No geral é um casaco que se veste quando se tem frio.
Abraço imenso bud.

WALDORF
"o mundo blogósférico" não precisa sequer de me ler...
Gabarolas acho que até sou, mas imodesto nem por isso.

STATLER
Não faças isso, prefere sempre produtos saudaveis.

Statler disse...

Dias & Dias

Não te preocupes comigo, o actor principal és tu.

Pratas disse...

Respeito-te e à tua opinião. Quando tiver os meus filhos, também eu quererei que decidam por eles próprios.

1 grande abraço e um bom Domingo

Waldorf disse...

Estou com náuseas!

Goddess Night disse...

Respeito as crenças dos outros e assim tenho conseguido que respeitem as minhas.
Se tivesse filhos também não seria eu a impôr-lhes o batismo.
Fui criada numa família católica e como tal fui batizada, fiz a primeira comunhão, mas por volta dos 12 anos comecei a colocar muitas coisas em questão e daí para a frente prevaleceu a minha vontade.

Beijinhos.

Anônimo disse...

Não eras tu a quem me referia como acionista.. nem fazia muito sentido.

foryou disse...

ahahahhaha estás feito. Mãe é Mãe não é perfeita!! :)

moonlover disse...

:) tb sou baptizada e tive que ir até á crisma!!!
Felizmente livrei-me de um colégio desses...
por tudo isso e mais algum é que eu optei por dar o direito de decidir ao meu filho;)
A tua filhota é uma miuda cheia de sorte com o pai que tem, muitas felicidades para os dois,

um felizbeijo
moon

Anabelacps disse...

Olá!
Dias, deixa que te diga que... já te leio há algum tempo. E gosto de te ler.
Vá, não sou de lamechices, mas gosto da tua escrita. Introspectivo, cru, real e louco, um pouco.

Quanto a este post, compreendo perfeitamente a tua posição.
Aliás, faz todo o sentido que esta "nossa" geração se posicione hoje, desta forma, face à religião e aos filhos.
A religião não está só nos sacramentos e dentro da Igreja. Está dentro de nós... não?

Teresa Durães disse...

ahahahah
o que seria dos outros se não existissemos para nos criticarem!

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem