sexta-feira, fevereiro 1

Caída.

Oh feitio de verbos que dias narram
fragmentos que se largam em dilação
vagas páginas ardidas ainda dançam
ruelas e artérias hoje sem a sedução
das afiladas hastes liquidas da ternura
no saber intransmissível da clausura.

Lágrimas fundem-se à pele aquecida
na ira da faina da mágoa resplandece
Mar que é imo e inchado se esquiva
sangue transparente de olhos padece
oh mundo para quê dize-lo baixinho
existe sempre mais que um caminho.

23 comentários:

GarçaReal disse...

Um caminho a percorrer que por vezes acarreta essas lágrimas que escorrem em pele aquecida ou já arrefecida.

Fantástico
Leio-te e releio para te assimilar!

Bom Fim de Semana

Bjgrande sempre

Mais charmoso no visual( miudo)

as velas ardem ate ao fim disse...

Mas às vezes é tão dificil encontra-lo!

Muito bonito o poema.Parabéns.

bjinho

Lídia disse...

... sempre vários caminhos. Gostei muito. Bjs

mari crrrrruuuu... disse...

Gosto essencialmente do rigor de toda a construção poética.
Hoje, mais do que as palavras que tão bem sabes conjugar, demonstras sabedoria e atenção também à melodia.

Parabéns!! Muitos parabéns!

Bjinho***

gasolina disse...

O verbo não se extingue no caminho, nem nos caminhos. Abre-se em mar e até oceano se o soubermos ouvir.
Afinal, tão perto de nós, tão dentro de nós.
Basta dar as mãos.

Um beijo desta sua,

M. disse...

O Dias hoje surpreende-me, passa-me despercebido neste poema, como se tivesse perdido temporariamente a personalidade como fazem os actores para melhor encarnarem o herói da história. A intensidade é tal, talvez tão forte como foi o impacto, manchou a pele que já fora coberta de outros sabores, outros nomes e outros beijos e já gemeu o suficiente por aqueles segundos vertiginosos que apenas cinco pares de dedos puderam experimentar.

A outra trajectória teria o mesmo estrondo se abominada por viperinas atravessando o asfalto.

Beijo

Pratas disse...

Adorei!

Tenho uma foto parecida de qual gosto muito, a tua também está brutal.

Teresa Durães disse...

(tornaste-te poeta?)

mas gostei

impulsos disse...

"Existe sempre mais que um caminho"
Podemos correr
Saltar
Vaguear por aí...
Calcorrear os caminhos que se quiser
Cair algumas vezes até...
Levantar e continuar
Escolhendo outros caminhos
Menos sinuosos
Que nos levem
Onde quisermos chegar...

Beijo

Goddess Night disse...

Naveguei nas tuas palavras.
Deixei-me embalar por este lindo poema.
Agridoce este paladar, que me levou até um outro caminho.
Um belo momento.

Beijão.

Um Momento disse...

Cada letra tua
Cada verbo formado
Sentido na pele nua
No silêncio libertado...
Lágrimas aquecidas
Pela pele seduzidas...
Encantas-me todas as vezes
Que em poesia te eternizas...
Em caminhos transparentes
Encontro o teu ser colorido
No espelho do mar te vejo assim reflectido
Mais que um caminho percorres...
Até ao dia em que te afague num forte abraço
Te dê a mão e te aconchegue no meu regaço

Beijo-te-me-nos...

(*)

Um Momento disse...

Esaços diferentes, caminhos ... tantos...
E como não me sais do Pensamento, assim como este espaço teu, deixei eu um Mimo para ti com carinho
Espero que estejas bem meu Querido...
Sopro-te um IMENSO...

Beijo Nosso

(*)

Lídia disse...

...tantos caminhos... mas nem sempre sei qual seguir. A vida acontece com estas incertezas e mais vale sussurrar enquanto não se decide. Bj

Miosótis disse...

Passei por aqui...

No delírio da clausura
No inchaço dos sentidos
Atiras a reles amargura
De dias vividos morridos
De tão compridos, mas cumpridos!

Bijo em ti.
Até mais...

Miosótis disse...

Por onde andas tu?

Menina do Rio disse...

Mais que um caminho significa que podemos optar...
Sopro na brisa um beijo quente para a tua lágrima secar.

Flash disse...

TOC TOC TOC

Ó meu amigo, mas que se passa?
Queremos novos posts, não é que os antigos sejam maus mas já se lia qualquer coisinha nova!
É preguiça, falta de inspiração, trabalho, falta de vontade...?
Seja lá o que for não justifica tanta ausência.

Abraço
(este reply não tem nada a ver com o post, mas pode sempre dizer-se que está relacionado com o próximo ou com a falta dele)

impulsos disse...

Por onde andará ele?
Espero que a fazer algo melhor, que nem lhe lembre que nós estamos aqui, à sua espera...

Beijo

Um Momento disse...

Porque há caminhos que nos levam até aqueles de quem sentimos saudades, e este pode ser um deles...
Te sopro um beijo abraçado que te aqueça na madrugada...
Espero que estejas melhor... de coração meu querido

Beijo muito nosso

(*)

GarçaReal disse...

Doente?
Férias?

Tenho sentido tua ausência........

Onde andas?

Bom domingo

Bjgrande sempre aqui do Lago

as velas ardem ate ao fim disse...

Por onde andas??
Estas bem??

bjinho grande

Miosótis disse...

Então mas....
Não se posta nada por aqui?
Estás melhor?
Hummm...pelos vistos nem por isso.
Que coisa...deixas-me preocupada!
Please...show up.

Joanne disse...

Palavras cheias de força.
O caminho que percorreremos independentemente da direcção que seguirmos.

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem