quinta-feira, junho 18

Guinness engarrafada, não obrigada!


Após quatro madrugadas a tocar, encontrou a vírgula perfeita para a pauta; meia-noite-e-pouco Rugby na Tv, solenemente acompanhado por uma mulata. Guinness “the famous Irish stout”, a sua bebida alcoólica de eleição.
Nos dias em que se podia fumar e apenas se tocavam temas tradicionais, mobília era de qualquer um dos bares Irlandeses de Lx e arredores. Ainda os frequenta, no Sol da tarde, quando mudos e vazios são. Dias diferentes...
Por tudo isso, e por ser ainda adicionável às festividades dos novos dias, ter no seu frio uma Guinness engarrafada exigia um todo cerimonial.

Pouco antes da meia-noite-e-pouco acendeu um charro; Bolota Mexicana! um preparado de outro interesse, com efeitos mais duradouros e menos estupidificantes que preparados Africanos e Asiáticos. Depositou a garrafa de Guinness num copo Guinness e, intrigado, observou o assento da espuma não começar a suceder.
Confirmou (mei)a Ponte, o Cristo, a Torre, o Rio, um privilegio... Igual, ao copo ou engarrafado, igual. Nada como esta espuma sem espessura que ao palato invés de minetar acida agride. Pausou-se nuns últimos bafos antes de preconceituado experimentar agora o liquido; bruto, insaboreavel, irreconhecível, uma tremenda decepção.

Despediu da Lua a pele mesmo nua humedecida, e encarcerou-se das melgas em frente ao televisor, acompanhado da mulata engarrafada, que por despeito tragava a cada lance dos seus, e a cada trago se prometia que haveria de escrever um Post.


8 comentários:

Cindy disse...

Até o alcool desilude vê tu bem estas coisas!

Beijocas larocas!

A pata brava disse...

olá olá olá!
beijo
P.B.

Pratas disse...

Estranho... talvez não estivesse em condições... Normalmente as em lata não são más.

1 Abraço

Teresa Durães disse...

hum... Guiness... mas engarrafada não. Hum... esses bares irlandeses de Lisboa, vou sempre que posso!

Goddess Night disse...

Porra!!! Tu fazes com que eu fique nostalgica! Chegam até mim as noites na praia a ouvir os amigos a tocar e a cantar(eu só cantava dp de comer o chouriço assado e beber uns copitos e,:):)Que horror, uma vergonha...
Os barzinhos Irlandeses onde tanto me diverti...Imagino os rios de inspiração que já te ofereceu o Tejo o Cristo, a iluminação nocturna, blablablá...E escreves,fotogragas e tocas e riscas, sorrisos e tristezas...!És realmente um irmão de que muito me orgulho.Tens muito(s) talento(s). Gosto muito de ti por isto e pelas mais diversas razões:-)
Estou para aqui a rever com a minha memória visual, os musculos, os contor"nus" as flores, as "pantufas":D Muito bom tudo isso que sai daí, de dentro de ti. Não, não sou simpática...SOU VERDADEIRA. Beijão enorme e feliz:)

moonlover disse...

Fizeste-me lembrar um convite de um amigo virtual,
na altura,
de irmos até a um certo bar em Cascais beber uma Guinness...

Nunca conseguimos nos encontrar no tal bar mas fizemos uma amizade difícil de explicar, como se nos conhecesse-mos de sempre, de antes, de eternamente.

um beijo (bem)engarrafado,
moon

Dias disse...

Foi estranho construir este Post.
Recuei a uma escritora fantástica, a PAPOILA SONHADORA, que me pedia que me escrevesse na 3ª pessoa, que literariamente era mais cool, mais rico...
Porque decomponho um instante em vários instantes e no fundo continuam a ser apenas um nada meu literário ou não, lembrei outros dias da TERESA.
Quando pretendi descrever as características adulteradas da Guinnes engarrafada, foi-me inevitável orar a são PRATAS e desejar entregar essas linhas à mestria da sua Pena.
E, naturalmente, a marca Guinness é em mim sinonimo do meu Buddie T, e da MOONLOVER, menciona-la é lembra-los!
Convosco escrevi, foi estranho... obrigado.

CINDY
Inaceitavel! Ha coisas que deviam ser dogmaticas !! :)
Beijocas sacoralocas

PATA
arô arô arô!
beijo
A.C.

PRATAS
As de Lata, graças aquela bolinha magica que quando se mistura com o liquido brota CO2, a coisa resulta muitissimo bem. Mas em garrafa acredita que não me agradou...

TERESA
Ainda são boas escolhas, pelo menos melhores que outros espaços, mas o conceito Irish "já era".

GODDESS
Não querendo parecer demasiado modesto, se gostas-te daquelas bostas desces duas minis e uma sopa no respeito que te tenho como pintora.
São estudos, presentes para o proximo Natal, traços e riscos sim mas talento, se o tenho, é com outras ferramentas e noutro suporte.
Beijão abraçadão oh tu que me és uma verdadeira querida :)

MOON
Foi a minha sorte, nunca nos termos encontrado no tal Bar, porque os teus amigos famosos acabariam com a minha reputação :))))
E foi a minha sorte termo-nos encontrado...
Adoro-te, engarrafada, enlatada, ao copo, jarro ou taça!

Mestre disse...

Amigo, concordo plenamente contigo e acrescento que mesmo a Guinness de pressão por terras lusas fica aquém do que se bebe na ilha verde.

Gabo-te a escolha do néctar e baixo a cabeça de vergonha de uma pint em dívida. Agora que os dias são de verão, fica a promessa antes de ir de férias.

Grande abraço

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem