segunda-feira, junho 30

J aka Careca

Antes de ser teen já o Careca sabia partir um sabonete e merecia da velha-guarda a honra de passar pintores na Avenida.
Mutualidade parasita entre maiores e crianças. Desta forma a criança alcançava estatuto e dinheiro, e o maior vendia através das mãos da criança sem incorrer em risco judicial.

O Careca fez-se teen percorrendo as estradas que se lhe auguravam; primeiro toxicodependente e depois ladrão, entrelaçando bairros com prisões, até que sentindo putas e sentido por encanados se fez maior.

Depois soltaram-no uma enésima vez, quarentão, mais pobre que nunca e seropositivo. Rejeitou seis horas de binopólio a estacionar nas Docas com uma taxa baixíssima de aluguer de espaço aos Ucranianos. Preferiu tornar ao lar onde escravizou Mãe e Irmã, uma entrega pacotes por uma fresta e a outra entrega a fresta aos pacotes, o que confere ao Careca o rendimento mais que suficiente para finalmente tentar construir o seu lar.

Para companheira escolheu uma mulher de 15 anos, deixada aos cuidados da Avó por uma Mãe a quem o amor obrigou a acompanhar o marido/padrasto no salto para o Brasil, devido a uma "questão de números". O principal culpado da orfandade já regressou a Portugal junto com uma brasileira, abandonando a ex mulher/mãe à sua sorte do outro lado do Oceano.

O Careca esteve ontem aqui à porta a deixar a noiva na Avó e a única palavra que lhes dirigi foi de recusa em beber um copo. Como se não beber um copo na sua companhia me limpasse a alma...

Espero que a minha filhota tenha vizinhos melhores do que o vizinho que eu sou!

(decididamente, o Verão acinzenta-me!)

14 comentários:

Gato Aurélio disse...

Consciência é o estado de estar plenamente ciente dos acontecimentos ou fatos, como esses definem o mundo lógico, ser consciente ou ter consciência é estar no mundo, estar nele e participar de sua construção histórica.

WIKIPEDIA

Beijo Aureliano

Carla disse...

...porque a vida deixa muitas vezes a mãe do outro lado do Oceano...e oferece-nos uma madrasta que nem o nosso nome sabe!
beijos e gostei imenso do teu texto

isabel mendes ferreira disse...

eu atrevo-me tb. a desejar o mesmo.




______________trouxe-me o vento do Miguel.



.cordialmente.

Mestre disse...

Os caminhos da vida têm disto, uns parecem simples e complicam-se, outros no início complicados apresentam depois um cenário mais colorido. Entre as opções e as fases da vida, resta aprender com os erros dos outros e tentar que os nossos, enquanto crescem, não os cometem.

Também tive um vizinha de nick "careca", já falecido com 38 anos, fruto do hiv e do vício. Quis o destino que fosse assim...

Grande abraço

as velas ardem ate ao fim disse...

Uma historia de vida muito cruel.
Tu es um bom vizinho.Que a tua filha tenha muito assim!

bjo

M. disse...

Há maneiras melhores de limpar a alma do que tomar um copo com quem não nos apetece apenas por simpatia ou boa educação.
E

e depois não interessam tanto os vizinhos da filhota mas o pai dela.

[e eu sei que o pai é cheio de pinta.. ó pergunta-lhe :) ]

Decididamente tu até dás azar ao Verão. nunca vi igual..Morrias cem anos mais cedo no Brasil AC.

beijo que te dezacinzente.

Anônimo disse...

Quando o suposto amor obriga a partir deixando o verdadeiro amor entregue aos cuidados de alguém
( seja de quem for),há que ter o cuidado de ver e rever se valerá a "perda" que se irá sentir posteriormente...
Abandono e tristeza...troca e desilusão...levam pequenas almas a chamar mãe ao cão...
Já ir beber um copo com quem de alguma forma nos entristece o coração, não faz sentido pois até um copo se deve beber com quem nos faz levar a bebida ao sangue para aquecer o coração...
Vizinhos ...há os bons, mas eu prefiro os húmildes , aqueles que sabem e sentem que as crianças, os amigos são para respeitar e dar a mão quando se sentem caidos ou a atravessar uma qualquer tentação, não afundá-los ,e deixá-los depois entregues tal qual um trapo que já nao tem utilização.
E desejo eu que a tua Filhota tenha vizinhos tão bons quanto tu, pois demonstras ser um vizinho com um imenso coração

Intenso texto,de realidades de tantas vidas... achadas e perdidas

U.M.

disse...

as vidas são tão complicadas! tao tao!
beijo

Cindy disse...

Por enquanto ainda temos todos a liberdade de escolher companhias, nem que seja para os copos!

Espero é que um dia a tua filhota tenha vizinhos melhores que os que tens agora!!

Falta aí qq coisita para dar um colorido a esse cinzentismo...

... uma beijoca de Força, Energia, Bem-Estar, seja lá o que fôr que precises... um beijo BOM!

Teresa Durães disse...

excelente texto !

Dias disse...

GATO
Inteligente e mordaz, essa tal de wikipedia...
Aurelianos Beijos

CARLA
São os dias da Vida...
Obrigada por teres gostado e beijos

ISABEL
:)
Cordialmente

MESTRE
Todos tivemos um “careca” na vizinhança...
Abraço grande

Dias disse...

AS VELAS
Eu sei que não sou mas obrigada.
Bjo

M.
Limpar a consciência seria vomitar-lhes o que de si penso!
Tratou-me muito mal o ultimo Verão, neste não o pretendo deixar esticar-se :))) sorry
Dezacinzentado te Beijo

U.M.
São demasiado egoístas as gentes, e as que viram a cara para o lado também!
Aquecido pelo sangue deste copo, agradeço.

Dias disse...

SO
As vidas têm dias...
Beijo

CINDY
Espero que um dia a minha filhota não tenha vizinhos!
Faltava uma beijoca tua, já fiquei mais arroxado :)
Um bom Beijo

TERESA
Obrigada

Pratas disse...

Um post cinzento a fazer relembrar os Carecas que passaram na minha vida, felizmente sempre ao lado.

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem