quarta-feira, junho 18

Dias...

Sorria, mais caido que deitado, no velho sofá que a compaixão lhe fez quarto.
Sorria também o cachorro, feliz pela visita, pulando no peito quieto do mau dono.

Nojento o chão, os moveis, as paredes, e o oxigénio. Escusado refugiar o mal-estar, a imundice tomara as voltas do intestino e a indignação bílisada pelo jejum estampou-se na alcatifa de dejectos, mascarrando de transparências o membro seringado.

Sovado, tornou-se da janela finalmente aberta, para encontrar a mulher em debruço, injectando-se do mesmo martelo que viúva a pontuou.
Gritou-lhe dos bombeiros e da polícia, do surrealismo e da degradação, do passado e do futuro, do ser Mãe... ser Mãe!!!? (O bebe ficou com o Pai nestes três dias em que fora visitar a irmã ao norte para esquemar mais algum dinheiro). Ser Mãe!!!? Nestes três dias tinha deixado de o ser, e só a negligencia judicial salvou a negligência da assassina.

23 comentários:

disse...

...bem escrito...
beijo

Teresa Durães disse...

terrífico!

Um Momento disse...

...
Debrucei-me nas tuas palavras, injectando-me de cada uma delas...
Sorvendo a excelente qualidade da tua escrita em grito tornado.
Vieram-me á memória dias deixados que nunca deixaram de o ser,assim como a negligência judicial que tanta negligência assassina me permitiu deter.
Sovada por dias no gènero,de um pai que um dia deixou de o ser,perdeu-se no tempo, até do martelo não mais saber...
apenas com ele a mim não me conseguiu injectar,e viúva não me tornou, mas assim o deixei um dia ficar...
Sorrio hoje ao(s)cachorro(s), respirando óxigénio saudável,indignada com a negligência judicial, mas ao mesmo tempo...tristemente agradecida...não fosse assim...e hoje dois tantos Tesouros não teriam vida...
Ser Pai...
Durante tantos anos dexou de o ser...e, sovado no tempo, martelado no espaço, mais preso que liberto,que da sua triste solidão lhe fez...mansão...

Simplesmente EXCELENTE a forma , o conteúdo o vocabulário deste Post!
Adorei!
Parabéns!

Um beijo nosso MUITO GRANDE de quem AMA ler-te!

(*)

Gato Aurélio disse...

O pai de Amy Winehouse afirmou, numa entrevista à revista People, que a cantora está a superar a sua dependência do álcool e drogas porque está «feliz, positiva e desesperada por ser mãe».

Mitch Winehouse desmentiu que os problemas de Amy tenham sido causados por negligência familiar. O pai da cantora de «Rehab» afirma inclusive que nunca virou costas à sua filha e que propôs até interna-la numa casa fechada de modo a poder vigiar Amy durante todo o dia.

Durante a sua entrevista, Mitch deu um prazo para a recuperação da filha, que tem «trabalhado muito» junto dos médicos, e tem recebido carinho por parte da sua família e do seu marido, actualmente na prisão.

http://diario.iol.pt/musica/amy-winehouse-mitch-winehouse-maternidade-vicios-pai-iol-musica/960689-4060.html

:-x

M. disse...

Foi uma novela na casa da Barbie e a pantera cor-de-rosa acalmou os maus feitios,não sem antes levar uma sova.
O resto já sabes :)

como eu te disse já penso demais e não me apetece pensar todos os dias.

Goxti

um bisou d'oz

Menina do Rio disse...

É tudo tão...surreal que chega a parecer irreal.

Querido, sopro um beijo no vento

:)

Cindy disse...

Sabias que um dos desenhos animados preferidos do Pitchulinho é a pantera cor-de-rosa!! ainda se fazem crianças como antigamente, sim sinhori!!

isto para falar em coisas boas e alegres, porque do que escreveste, só me dá para chorar!! :)
... nem é bom pensar!!

Paradoxos disse...

Humm grande abração!
Mandaste bem.

Edu

Goddess Night disse...

A ausência total de dignidade, de valores, de respeito pela vida. Apenas o vício e a morte no horizonte. Infelizmente, este é um cenário demasiado real e tu como sempre, consegues na perfeição relatar com enorme intensidade toda a miséria. Pena, quando os inocentes são as vítimas involuntárias de toda a decadência.

Um abraço e grande beijo.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá meu querido Dias, passando para te deixar muitos beijinhos,
Fernandinha

mundo azul disse...

...impactante e triste!
Gostei muito do texto, bem surrealista...
Beijos de luz e muita alegria no seu coração!

A pata brava disse...

.
Beijinho
P.B.

☆ tenshicris ☆ disse...

muito bem pensado...
um pouco triste mas...
Bom fim de semana
beijinhos

Carla disse...

surreal dentro da realidade de todos os dias...pagam os inocentes pela incapcidade que têm de se defender
bom fim de semana
beijos

Joanne disse...

A realidade de tudo o que não cabe lá. Gostei muito*

azul disse...

fantástico.
abraço

Boop' disse...

Tio desnaturado....

;)

Bjs

Lídia disse...

...irresponsabilidade.

Dias disse...

SO
...so?...
Beijo

TERESA
Pois foi!

UM
Exageras-me, mas vindo de ti sabes que sabe sempre bem :)
Todos testemunhamos uma destas historias, infelizmente.

GATO
Mais uma, mas essa é muitissimo bem paga por o ser.
Dois pontos, traço, e X para ti também.

Dias disse...

M.
following the yellow brick road
****
***
**
*

MENINA
É assim, absurda, a realidade.
Beijo soprado, que te chegue ventoso e te encha.

CINDY
Graças ao Boomerang temos outra mão cheia de classicos a entreter a proxima geração, para minutos do nosso descanso :)

PARADOXOS
Dizem que sim...
Abraço grande

Dias disse...

GODDESS
Lês-me com os olhos do coração irmã, mas obrigada pela overdose de elogios.
Grande beijo num abraço

FERNANDA
Obrigado pela passagem e muitos beijinhos.

MUNDO
Fico contente por teres gostado, obrigada.
Beijos alegres na luz que tens.

PATA
Beijinho

Dias disse...

TENS
Muito obrigada, bom inicio de semana, e beijinhos.

CARLA
Ninguém devia ter de pagar pelos erros de outros.
Boa semana em beijos

JOANNE
Uma realidade...
Muito obrigada *

AZUL
Obrigado
Abraço

Dias disse...

BOOP
Eu sei, mas já me comecei a redimir :)
Beijos a dobrar

LIDIA
O termo é forte mas não o suficiente.

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem