terça-feira, abril 8

Resquício de Inverno


Isso,
vem!
Sem carinho.

Exijo que me abales,
dança-me,
alaga-te em mim...
.
...balancé neste pontão
hoje sem pescadores.

21 comentários:

QuartoCrescente disse...

Chegamos a certos blogs e sabemos o que escrever, comentar... cheguei aqui e fiquei um pouco perdida ... Deixo te um abraço

moonlover disse...

Hoje estava especialmente fantástico para te deliciares pelo pontão ;)
...chuva, vento, mar bem balançado...
um beijo voando de mim para ti
*b

disse...

Parte do temporal ainda te abracei, o restante quase voei literalmente.

Gato Aurélio disse...

um agradecimento do sul...

http://www.pescaemsintra.com/novosite/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=262

Goddess Night disse...

De um cenário que mete respeito, com tão poucas palavras e apenas uma imagem, colocas a descoberto tanta beleza. És um poeta.

Abraço forte!

as velas ardem ate ao fim disse...

Eu confesso que já não vejo encanto neste tempo...

um bjo

Gotika disse...

Ola vizinho
Adoro ficar ao longe,e ver as ondas saltar o pontão...
Gosto de ver a força do mar,em que nada o pode segurar...
Amigo vi uns textos abaixo, o quanto o teu lindo coração tem andado triste...
Tens o meu mail no perfil, terei todo prazer em te ter nas minhas amizades...
Deixo te um beijo com sabor gotiko

tee disse...

eeNão é só dentro de mim que a primavera teima em não chegar?

Teetee

Um Momento disse...

Danço-te...
Alago-me...
Balanço-nos nesse pontão sem pescadores ...
O carinho no caminho o abraçaremos ...
Com a dor apontada ao coração...
libertando-a nessa escuridão...
Vou...
Mimar-nos até á exaustão...

Abalo que nos dance ,alagando-nos de sorrires ...

Beijo-te-me-nos !

(*)

Teresa Durães disse...

hoje é um dia de muito exigir sem nada dar em troca

Menina do Rio disse...

Acho que abalou, dançou e se foi...

Um beijo outonal na tua primavera

Ana Luar disse...

Isso,
Vem!
Sem carinho.

(Depois da miragem branca do deserto…)

Exijo que me abales,
(sem que me vazes o olhar)

Dança-me,
(nos teus braços entre a manhã e a tarde)

Alaga-te em mim...

(para que eu possa encaminhar-me à saliva retida no amplexo das tuas coxas)

...balancé neste pontão
Hoje sem pescadores. (testemunhas?... os desejos de uma maré pronta a vazar)

Enfim... disse...

não sei o que dizer digo ohhh que romantico lol

beijinhos

impulsos disse...

É como diz o velho ditado...
Em Abril, águas mil!

Não me arriscaria a balançar nesse pontão...

Beijo

M. disse...

Não admira que a chuva não páre. És tu a cantá-la...
E ontem uma tromba de água mesmo à minha frente. :)

Um beijo

Dias disse...

QUARTO
É bom sinal.
Um abraço

MOON
Isto de ser "agarrado" à agua é um dos melhores vicios que se pode ter :)
3... 2... 1... BEIJO

SO
Tens de meter (mais) os pes no chão miuda :)

Dias disse...

GATO
Agradecido pela visita.

GODDESS
"Poeta"?? Mas tu vens a minha casa ofenderme?!
Fortissimozicimo esse abraço

AS VELAS
E eu não SINTO encanto noutro tempo...
Beijo um

Dias disse...

GOTIKA
Muito obrigada vizinha, contactarei um dia (mais provavelmente numa noite :) mas a tristeza tem dias, como tudo.
Um beijo salgado

TEE
Muito obrigado

UM
Sempre muito bom receber-te miuda, muito obrigada
temenos Beijo

Dias disse...

TERESA
Então é um dia normal...

MENINA
Um beijo que te chegue 100% intacto mas cheiinho do sal do caminho.

ANA
Incrivel o teu complemento, parabéns.

Dias disse...

ENFIM
Às vezes parece que deixo escapar esse tal de romantismo, tenho de remendar essa fuga :)
Beijinhoszinhos

IMPULSOS
Nada que um duche quentissimo não resolva :)
Beijo

M.
Fosse eu interruptor da chuva, e Portugal pouco ganhava em turismo...
Espero que tenhas fotografado a tromba de agua.
UM BEIJO

Anabela disse...

Faz-me estremecer, saltar,, girar até ficar tonta.

Isso, vem!

E traz a cara pintada
com esse teu sorriso matreiro.

Beijooo

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem