quinta-feira, outubro 25

Ainda bem que estava acompanhado...

Senti-a fazer amor.
Senti-lhe a presença e a entrega no cheiro.
Senti-a como se lá estivesse.
Senti-o paralisado num abate de dentro para fora.
... há muitos dias que assim não a senti-a.

Ainda bem que estive acompanhado...

Senti-lhe tudo o que me é.
Senti-a melhor que bom, o meu bombom.
E tudo senti sentindo que já não somos.

Ainda bem que estava acompanhado!

Mascarei anfitrionidade até à partida das visitas.
Remendei-me enfim no adormecer da filhota.
E por vários relâmpagos entreguei o tronco à chuva.

Nenhum comentário:

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem