domingo, agosto 24

Photoblog

A existência é uma regalia que não aprendo a alcançar!

Beijos e Abraços, salgados.

13 comentários:

Goddess Night disse...

Só através da lente???

A foto está tão perfeita, que me deixou com sede.

A do "leãozinho", até que saíu sem querer...Mas afinal, saíu melhor do que eu esperava:):):).

Beijo(s).

A pata brava disse...

Para existirmos não precisamos de fazer nada. Apenas existir!
Para termos uma existência (ou existência consciente)precisamos de nos mostrar.
Temos de nos mostrar a nós próprios.
Porque existimos, para quê, para onde,...
Para termos uma consciência ou uma existência temos de criar, temos de projectar, temos de trabalhar, temos de sofrer, temos de amar, temos de ser nós.
Conhecermo-nos a nós próprios é algo que não é imediato. E ainda bem! O Homem não é estático, tem o privilégio de discernir e de alterar o seu ponto de vista/ideia.
A existência, de facto, não se aprende a alcançar. Acho que não é uma regalia. Todos nós alcançamos um pouco de existência. Uns mais que outros. Assim se destingue a capacidade de cada um existir para a vida!
Existir e existência é algo do qual muito tenho para dizer. No entanto, respeito o teu espaço e não o vou fazer aqui.
Beijinho salgado também, e, sobretudo, existencial! ihih
P.B.

Joanne disse...

Bela foto mesmo.

M. disse...

então não? ia jurar que sim. e eu que dizia sempre que tu és o mestre da existência, que sorves as coisas melhor do que muita gente e que és um privilegiado que até falas com a Lua etc.. grande borrada, não me digas que me enganei..

vá lá,não sejas modesto. Tu até te orgulhas da tua existência. Gosto muitíssimo da imagem. Deve vender bem em publicidade uma imagem destas.

beijo dias adentro :ppp

Gato Aurélio disse...

Existir é feito de peças impossíveis de copiar.

Gonçalo M. Tavares

;O)

disse...

Pitadas de bom gosto, creatividade e arte
Em noites de embalo faltas à alma

Martini Man disse...

Parece um martini...

Tchin, tchin, mano!

as velas ardem ate ao fim disse...

Fresquinho!

bjo

Boop' disse...

Beijos, ora salgados, ora com cloro...

GarçaReal disse...

Às vezes não sei se existo.

É bom rever-te igual a ti próprio.

De lá do Lago

Bjgrande em ti, homem do mundo

Menina do Rio disse...

Roda a vida na roda
entoando uma canção
Existir é dançar
é um sim;
outro não...
São dois passos pra frente
e um passo pra trás
pra chegar ao final
cansado demais...

Um beijo suave e brejeiro vomo a brisa

isabel mendes ferreira disse...

:) este sorriso é pelo comentário da minha queridissima M....



e :)

este é pelo "valor" simbólico que atribui à existência....


ao alcance afinal de um "salto de luz"...in.transparente.


boa tarde.

Lídia disse...

... aproveita o sal! Não é aconselhável muito sal na nossa existência. Mais vale caprichares nas especiarias :) :) :) Bom resultado. Bj

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem