terça-feira, julho 22

Dias...

Rodeiam-me pessoas relativamente saudáveis, nesta terra de convicções fadistas.
Pessoas que arteiam corpo e mente, pessoas que ainda se atrevem a procurar.
Rodeiam-me loucos e românticos; os pobres de comprar, ricos no juízo.
Rodeiam-me, enchem-me, amparam-me. Ajudam-me a ficar.

Amo cada uma destas pessoas e amo que me amem, mas não lhes sei merecer amor.
Quando morri despi de mim dessas maneiras e dores! Armadurei-me do exemplo máximo para refutar a vida, pretendendo-me de fora, morto. Mas como ?, se a Lua aos vivos pertence...

Interfiro, eu sei.

Abraços muito fortes (para mim também)

photo not by me

28 comentários:

moonlover disse...

Claro que mereces que te amem,

tú sim,

és um dos Special Ones ;)

Um abraço bem forte cheio de amormigo
*b

Cindy disse...

Um beijo de quem te ama!
E um abraço forte, claro!

Paradoxos disse...

amigo dias é necessário humildade para reconhecermos as nossas insuficiências. como já deves ter reparado sou um mero aprendiz de escritor, aliás, um aprendiz de leitor que arrisca em passos tímidos e trémulos os primeiros verbos no mundo dos adultos.

abraços amistosos

eduardo

fica bem amigo, prometo continuar com esta sede de aprender com quem sabe mais que eu

obrigado pelos teus comentário
aparece sempre!

Paradoxos disse...

estás a ver? até o próprio comentário contém erros, deve ser humano :-)

Paradoxos disse...

"Amo cada uma destas pessoas e amo que me amem, mas não lhes sei merecer amor"

muito BOM, amigo!!

Teresa Durães disse...

interferimos todos mesmo sendo loucos ou sãos. não sei se é saudável armadurar do exemplo máximo pois leva-nos à frustação de não chegar lá. mas sei lá se é assim

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Dias, adorei o teu texto, sempre aquele sarcasmo habitual...Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Vieira Calado disse...

Bem escrito.
Abraço

Menina do Rio disse...

Apesar de não estar entre fadistas convictos, rodeio-te...

Lídia disse...

... compreendo-te. Também caminho assim... e sim!... merecemos, cada um de nós, ser amados. Bj

SONY disse...

vejo que estás como sempre bem rodeado!!
ARMADURAS???!!!
Quem não as tem?

Sony
P.S- permite-te Viver!!!

Pratas disse...

Grande grande grande texto! Já tinha saudades destes devaneios puristas.

Fica e interfere por favor.

OFF TOPIC: Porque é que os combustíveis não descem? Baixaram mais de 15 dólares por barril numa semana e nos postos de gasolina tudo na mesma!! Desculpa o desabafo...

KI disse...

Tinha saudades tuas pq tu és uma pessoa especial.

E hj n digo mais nada.

Beijos.

M. disse...

Quero crer que é um retorno do[s] dias 07 e não um traiçoeiro "Trompe d'oeil".
E depois, S. Exª a falar de amor na saudosa riqueza lírica que eu conheci. Foi escrito com gosto e esse prazer passou para o meu lado. Rodeia-te o essencial incluindo a tua amada Lua. Essa, merece-la sempre.

75 milhões de beijos

Carla disse...

por isso morremos tantas vezes...para ressuscitarmos com mais uma descoberta de nós mesmos! Pelas tuas palavras não só mereces que te amem...como tenho a certeza muita gente te ama...
saboreei cada palavra
beijos e obrigada

disse...

Tu só tens a vida, a morte ainda não te abençuou! Mas o que é morrer afinal!!!!

a segunda parte do texto está confusa mas tomo a liberdade de utilizar a modestia no profunto dizer das palavras: Gosto De Ti!

as velas ardem ate ao fim disse...

Um abraço fortissimo só para ti!

impulsos disse...

Meu amigo
Aqui está um retrato de ti
Sentido e escrito por ti.
É tudo teu o que aqui vejo, tal como te imagino, tal como te conheço...
Um ser rodeado de outros seres, analisados por si, tal como os vê e o que provocam em si.
Amo cada uma destas pessoas e amo que me amem, mas não lhes sei merecer amor. Sabes sim...
E mais, não estás morto coisa nenhuma.
Sabes, tens olhos para ver a Lua, coisa que a maioria dos vivos não sabe fazer!

A foto complementa o teu retrato. É como a cereja em cima do bolo.



Beijo

Dias disse...

MOON
“Special One”, sim, eu sei que sim, embora nem sempre me orgulhe de tal. Merecer é que não, e eu sei que não...
Amormigo tresanda deste abraço

CINDY
Ai que beijo bom, nem sei se ainda aguento o abraço.
Um idem igualzinho para ti.

PARADOXOS
Tu sabes que, aprendiz sendo, és um óptimo aprendiz. Na minha opinião falta-te apenas aguentar o ritmo da escrita para semi mestre seres! E por favor, a escrever ninguém sabe mais que ninguém, podes é gostar mais da disposição de alguns verbos do que a de outros.
Abraço agradecidos, desses amistosos, de quem espera que chegues muy longe!!
P.S. Para mim os erros são irrelevantes, bebo dos conteúdos!

Dias disse...

TERESA
Não é “saudável armadurar do exemplo máximo”, mas assim não me aleijo...

FERNANDA
Muitíssimo obrigada, sempre especial receber-te.
Carinhos de beijinhos

VIEIRA
Fico portanto a saber que sei escrever... ;)
Obrigado e abraço

MENINA
Sim, sem duvida. Rodeias-me!

LIDIA
Muito obrigada... e um bê jota.

Dias disse...

SONY
Que fixeeeeeeeeeeeee. Obrigadão por teres passado. Ler-te faz-me recuar aos tempos em que nos blogs éramos crianças.
P.S. Já devias saber que não vou mudar :)

PRATAS
Quando clickei no Enter, disse-me que este era um post que tu me curtias no passado, acertei :)
OT – Os combustíveis não descem porque os estados estão (e vão continuar a estar por bastante tempo) a retribuir as intervenções (leia-se “injecções”) dos diversos bancos centrais, que na prática evitaram que a gasolina hoje custasse 100 euros o litro.

KI
Saudades tuas... daquelas virtuais que se apreguiçam ainda mais que as reais... desculpa.
Beijos mil

Dias disse...

M
Sim, relembrei-me-nos, para que não me confundam viver, com alegria.
Da Lua não tenho qualquer duvida, mereço-a!
Aos beijos a idade impede-me de corresponder, mas toma lá uns 17 ou 32 deles.

CARLA
Ressuscitei algumas vezes mas, sei-o hoje, de desmaios. A morte emocional, sei-o à mais de um ano, é permanente.
Beijos agradecidos

SO
O meu “morrer” é impeditivo de sentir a vida, embora a reconheça.
Na 2ª parte do texto perdoo-me com a estrada a minha falta de educação para quem me merece e questiono-me como cadáver.
Gosto De Ti!!

Dias disse...

VELAS
Obrigadíssima miúda... encheu.

IMPULSOS
É, um privilegio receber-te Cleo, muito obrigada.
Então “a maioria dos vivos” está morta, porque certo é que não funcionamos na mesma frequência :)
Beijo muito grande e muito forte

PHANTASMA disse...

Não sei se fica bem um homem dizer que ama outro homem, pelo menos por aqui nestas redondezas.

Mas como as minhas redondezas são bem mais alargadas aqui vai...

Amo-te AMIGÃO.
Mesmo falando pouco e estando tu longe, és uma imensa tocha antes de um mergulho....

Abração

Capitão de Malta disse...

de azulinho o blog! de calções brancos o menino! aiaiaiaai! ainda me lembro quando embirravas comigo e os meus calções cor-de-rosa na UDRA! Fosgasse eu fui o unico com colhões a andar de roupa esquista na UDRA!
Beijo irmão!

A pata brava disse...

A vida é como um parafuso sem fim. A procura nunca acaba!
Se amas e te amam, porque não lhes sabes merecer amor? Receio? É que não consigo ver outra explicação porque, se os amas, já lhes mereces o seu amor!
"Amor com amor se paga!"
Deves armadurar-te do exemplo máximo ainda vivo! Assim, aproveitas mais!
Beijinho
P.B.

Gato Aurélio disse...

O amor fino não busca causa nem fruto. Se amo, porque me amam, tem o amor causa; se amo, para que me amem, tem fruto: e amor fino não há-de ter porquê nem para quê. Se amo, porque me amam, é obrigação, faço o que devo: se amo, para que me amem, é negociação, busco o que desejo. Pois como há-de amar o amor para ser fino? Amo, quia amo; amo, ut amem: amo, porque amo, e amo para amar. Quem ama porque o amam é agradecido. quem ama, para que o amem, é interesseiro: quem ama, não porque o amam, nem para que o amem, só esse é fino.

Padre António Vieira, in "Sermões"

abraços aurelianos com as garras escondidas...

;O)

A pata brava disse...

Sim, não se ama para se ser amado. Não se trata de uma troca e muito menos de uma recompensa.
No entanto, quando se ama e se é amado, não há que temer nada. As coisas acontecem.
Se merecemos ser amados? Se quem nos "dá" esse amor o está a fazer, é porque o devemos merecer!
Cabe-nos saber respeitar e adubar esse amor!
beijinho
P.B.

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem