sexta-feira, janeiro 16

A inveja que eu tenho do orgasmo das mulheres!

Tínhamos encontrado um óptimo ritmo. Ela sufocava, sem tempos para solver entre arfares, e eu não me atrevia a mover as mãos de trás do seu rabo, sabedor que qualquer estimulo mais, me terminaria.
Estávamos há minutos na fase brutal em que apenas pélvis e monte-de-venus se alavancam, quando o Ser apenas é respirar dos cabelos, quando do corpo todo o ritmo se condensa na busca de mais prazer.

Ocasionalmente travávamos, devolvíamo-nos sangue, preparávamos as articulações para mais. Mais eu que ela, barrávamos o tempo de Vir, afastávamo-lo, ainda não o precisávamos.

Mas ela parou...
Separou ligeiramente o cóccix do Puff, regressou-lhe carinho aos dedos, e recuperou profundidade no inspirar. Deixou-se receber apenas, entregue... antes de passar do animal à máquina, trancando-me com pernas, apressando-me com braços, até se lançar na sucessão de guturas que preludiam o seu Vir.
Prantou grave várias vezes, crucificando-se selvagem, lindíssima!

Senti os testículos desagarrarem-se, arrepanhando consigo o ânus. E sangue que não deveria mais ter, implodir-me o pénis pela base. Enquanto no limite do que me conheço lhe atravessei espasmos, caretas, expressões e gritos.
Desgovernado guardei o olhar, procurei-lhe distracção nos lábios, larguei-me do rabo para as ancas, abrandei-nos por um instante que ela furiosa com as coxas baniu, regressando-me bem fundo, sem hipóteses... e vim-me.
Vim-me um daqueles orgasmos que nos levam identidade, que mereciam gerar um filho.
E gritámos no ritmo do coito lento de quem se Vem. Sofremo-lo perdigotando-nos...

Regressei-me abanado rápido pelo seu peito, largado no seu pescoço, buscando réstia de força para empurrar as ancas para diante, enquanto ela se puxava em mim, suspirando alto os restos do prazer.
Vinha-se, ainda...

23 comentários:

Branca disse...

Belo texto...
senti a intensidade daqui rs.

Obrigada pela visita... vou te linkar ok?
bjos.

Teresa Durães disse...

eheheh ser mulher só tem vantagens!

Menina do Rio disse...

Só tenho a dizer que foi(!!!) divinamente D I V I N O!!!!!!

Preciso de uma pausa pra me recompor... Tô suando...

Beijo-te!
Tem um ótimo final de semana, meu querido

Cindy disse...

Ah pois é!!

Beijo bom e bom fds!!

moonlover disse...

Impressionante esta descrição!

As tuas palavras têm imagens e poesia ;^)

Adoro ler-te e AdorotU.

um beijo,
com desejos de um funtástico fds,
moon

as velas ardem ate ao fim disse...

Que texto!Tira o folego mas dá vida.

um bjo D

isabel mendes ferreira disse...

e



subscrevo a Teresa Durães...!!!!!


bom de ler. bom de ser sentível .

escarlate.due disse...

gostei deste texto. intenso. bem escrito.

Pratas disse...

Grande org... texto digo! :) Muito bem escrito, muito intenso, excelente e inesquecível.

Abraço

Boop disse...

Escolheste muito bem as palavras!
;)

disse...

É TUDO verdade!

"É tão bom ser mulher...
E aparece assim, acendeu-se a luz..."

Beijo muito grande

M. disse...

é tão fácil.o único segundo em que uma mulher sai de si. Custa que seja apenas por uns segundos mesmo que dobrados ou triplicados continua a ser uma miséria de tempo para aliviar outras dores. Mas é droga, é sorriso alucinado, é precipitar de ancas em grito, corpos que se adiam para um nunca e um sempre.
e s c a n d a l o s a m e n te
bom.

beijo.
eu vou-me.

Goddess Night disse...

És um espanto, mano!

Estranho é imaginarmos o pai a mãe a falarem de orgasmos, um irmão nem por isso:).

Roçam a sensualidade as tuas palavras, embrenhadas em momentos de prazer.
Eu, invejo é a forma como escreves...
Mais um texto brihante.
Parece que nada ficou esquecido, apesar da inveja:)

Estás numa boa fase.

Beijos muitos e cheios de magia.

impulsos disse...

Ui...
Que grande momento este!

Um prazer intenso que conseguiste expressar em palavras, tão intensas quanto as sensações vividas nesses instantes, onde o orgasmo é o culminar de um acto que tem como objectivo isso mesmo, embora nem sempre assim seja(também existem os fingidos). E olha que não é fácil...

Grande post!!

Beijo

Dias disse...

BRANCA
Obrigada por teres sentido.
Beijos

TERESA
Só?... Não me parece.

MENINA
Divinamente divino é o teu reply :)
Beijo no suor então

CINDY
Pois...
Bom beijo e óptima semana

Dias disse...

MOON
Obrigadíssima Moon, sempre tão bom receber-te, txi adoru ao fds e fora dele
Um beijo virtual na pontinha do nariz dos teus bonecos, e este bem real, na pontinha do teu.

AS VELAS
Muita vida e pouco fôlego lhe desejo então caríssima visita.
Um Bê, um Jota e um Ó para ti, seguidos de uma grande Lua Decrescente.

ISABEL
Muito obrigada...

ESCARLATE
Muito obrigada

Dias disse...

PRATAS
Como quase todos os fotógrafos, perco a capacidade de memorizar, por isso faz-me bem escrever para lembrar :)
Abraço

BOOP
Eu e as palavras agradecemos ;)

SO
Parece-me que em algumas coisas é muito bom ser mulher, noutras nem por isso...
Muito grande beijo

Dias disse...

M
“é droga, é sorriso alucinado, é precipitar de ancas em grito, corpos que se adiam para um nunca e um sempre. e s c a n d a l o s a m e n te bom.”
Os seus verbos é que me são escandalosamente bons, e por mais estes lhe agradece este seu admirador.
Beijo e, vá-se.

GODDESS
Estou numa boa fase? E tu avisaste-me ? É que por estes lados todas as fases e faces me parecem más... Este vai ser um ano de Merda!!
Magias muitas, e cheias de beijos Sis.

IMPULSOS
Sempre muito bom receber-te, uma honra mesmo, se bem que as honrarias me perturbem a Pena :)
Fica a info que não são apenas as mulheres a fingir...
Muito obrigada e um Beijo

Anônimo disse...

Potente escrita homem!

"Vim-me um daqueles orgasmos que nos levam identidade, que mereciam gerar um filho."

Brutal!

Cloud

Lídia disse...

... palavras intensas... como um orgasmo fenomenal! Digno de gerar vida.

paradoXos disse...

os traços das tuas palavras revelam um verdadeiro romancista - além de serem extraordinariamente sugestivas e imagéticas - há qualidade!!

abraço forte!

Cindy disse...

Estás desafiado!
Beijos bons!

Carla disse...

que mais dizer...já que apanhamos com as borbulhas, com a TPM, com a menopausa e afins tínhamos que ter algo em que descontar tudo isso

agora a sério...intenso e cheio de sentires o teu texto.
beijos

Minha foto
Algés, Oeiras, Portugal
eu sou quem